Fique10


Eduardo Schiesari – campeão brasileiros dos 100 e 200m Nado Livre by editorfique10

Campeão Brasileiro dos 100 e 200m Nado Livre

Francês

O ex-nadador Eduardo Scavone Schiesari, conhecido como Francês, atualmente é o braço direito de Gustavo Borges e o ajudou a criar e preparar as aulas dos DVDs da linha Acqua, lançado pela marca Cepall. Depois de somar medalhas ao longo de sua carreira pelo clube Pinheiros, virou assessor técnico da Metodologia Gustavo Borges e auxilia todas as academias credenciadas que utilizam a metodologia Gustavo Borges. Nessa entrevista exclusiva, Francês fala um pouco sobre sua carreira, medalhas e parceria com seu amigo Gustavo Borges:

Qual o seu papel como assessor técnico da MGB (Metodologia Gustavo Borges)?
Acompanho a implantação da metodologia GB nas academias que adquirem o processo de ensino. O foco é que os parceiros ganhem dinheiro e que queiram sempre ficar na rede.

Junto com Gustavo Borges, você ajudou a desenvolver os exercícios da linha Acqua, da marca Cepall. Qual a importância desses elásticos no desempenho de um nadador?
Aumentar a possibilidade de variações de exercícios e aumentar a intensidade e correções técnicas.

Na gravação dos DVDs você deu suporte ao Gustavo Borges na preparação e nas aulas. Qualquer nadador ou amante da natação conseguirá absorver com facilidade as aulas?
Sim. O professor será capacitado para trabalhar adequando o exercício à habilidade aquática do aluno, assim como à capacidade física de cada um.

Você nadou pelo clube Pinheiros durante muito anos. Como que começou sua parceria com o Gustavo Borges?
Fazer parte do Pinheiros foi um início de contato, porém no projeto acqua academia que treinávamos no final da carreira, afinamos a relação de amizade e daí surgiu a proposta de trabalho em conjunto.

Qual foi a medalha mais importante que ganhou quando disputava campeonatos?
Foi uma medalha paulista que venci o Gustavo Borges , ainda ativo, nos 200 metros livre.

Você tem alguma rotina de exercicios?
Sim, tento manter o processo de atividade física constante. Desde que parei de treinar diariamente, implantei como rotina outros esportes como corrida, bicicleta e muita musculação.

Na academia Gustavo Borges você ministra alguma aula?
Não ministro nenhuma aula.

Qual a modalidade da natação que mais atrai alunos?
É na modalidade infantil que mais temos alunos atualmente.

Como você avalia a atual natação brasileira?
Em franca ascensão.Temos agora não somente ponteiros mas também miolo, sendo assim podemos dizer que estamos agora com um trabalho bem estruturado na base competitiva, que poderá trazer ótimos frutos para a Olimpíada no Rio.

Na sua opinião, quem é o melhor nadador brasileiro ainda na ativa?
Cesar Cielo sem nenhuma dúvida.

Anúncios


DOENÇAS GENGIVAIS PREOCUPAM MÉDICOS E DENTISTAS by editorfique10
dezembro 15, 2009, 3:53 pm
Filed under: Dicas importantes | Tags: , ,

Cerca de 3 em cada 4 pessoas sofrem de doenças periodontais

Gengivas avermelhadas, mau hálito, sangramento espontâneo ou durante a escovação dos dentes. Esses são alguns sinais que indicam problemas periodontais e com certeza exigirão de você outros cuidados com sua gengiva. Mais comum do que se imagina, as doenças periodontais atingem 3 em cada 4 pessoas e estão divididas em dois grupos: gengivites e periodontites.

A gengivite é causada pelo acúmulo de placa bacteriana sobre o tecido gengival. Essa placa nada mais é do uma película transparente, que fica acumulada sobre os dentes e ao redor das gengivas. Essas bactérias promovem a decomposição dos restos alimentares e produzem ácidos que “atacam” dentes e gengiva. Caso não seja retirada rapidamente, essa placa bacteriana pode se materializar com o tempo, se transformar em tártaro e promover a destruição das fibras gengivais, comprometendo a estrutura óssea que sustenta os dentes. Quando isso acontece, a pessoa apresenta a segunda doença periodontal: a periodontite.

Bem mais difícil de ser tratada, a periodontite afeta todos os tecidos periodontais e ocasiona uma destruição do osso e do ligamento que sustenta o dente. Como não causa dor, muitas vezes as pessoas só vão se dar conta que estão com a doença quando notam que o dente está “mole”, a ponto de cair. Outros sinais claros da doença são: mau hálito, sensibilidade ao frio, dentes com raízes expostas, dente descolado da gengivas, presença de pus ao redor da gengiva, inflamação extensa, perda óssea e presença de bolsas periodontais. “Os fumantes devem ficar de olhos bem abertos, pois o cigarro é uma das principais causas de periodontite e como a nicotina inibe o sangramento da gengiva, o diagnóstico é mais difícil”, alerta do dentista Sandro Moreno.

Estudos mostram que a periodontite pode ser um dos fatores que ajudam a causar doenças cardíacas, diabetes, doenças respiratórias e osteoporose. Veja abaixo algumas dicas para evitar essas doenças:

  • Escove os dentes pelo menos 2 vezes ao dia;
  • Utilize enxaguatórios bucais. Eles auxiliam no controle e redução da formação de placa bacterianas;
  • Coloque a escova de forma que os filamentos se introduzam no sulco gengival;
  • Escove todas as superfícies, pelo lado de fora (dos lábios) e pelo lado de dentro (da língua). Realize pequenos movimentos de baixo para cima;
  • É também necessário limpar os espaços entre os dentes utilizando fio dental pelo menos uma vez ao dia. Eles removem a placa bacteriana e os alimentos entre os dentes e abaixo das gengivas, onde a escova não alcança.


Sobre qual esporte você quer saber mais? by editorfique10
dezembro 9, 2009, 7:27 am
Filed under: Esportes | Tags:


Surfe é um exercício cardiovascular by editorfique10
dezembro 9, 2009, 6:23 am
Filed under: saúde | Tags: , , , , ,

Surfe é um ótimo exercício cardiovascular, pois trabalha toda musculatura do corpo, desenvolvendo equilíbrio e coordenação motora, é um esporte em contato com a natureza, que é muito benéfico para nosso organismo.

O surfe pode provocar lesões nos joelhos e tornozelos, se praticado sem a quantidade de alongamento e aquecimento necessário.

Para praticar surfe é preciso saber nadar, conhecer as condições do mar antes de entrar, usar bloqueador solar, beber muita água antes e depois de praticar, fazer leves refeições antes de entrar. Deve ser mantida outra atividade física como a musculação ou natação, para melhorar o condicionamento do surfista.

Uma boa prancha é fundamental para o desempenho do surfe, para os iniciantes é recomendado os modelos long boards, são maiores, feitos por encomendas ou lojas especializadas.

O surfe é indicado para pessoas a cima de cinco anos de idade, que saibam nadar e tenham feito exames médicos para avaliação das condições físicas e cardiovasculares. 
O bom desempenho desse esporte é adquirido, através, de uma boa escola de surfe. Na escola o aluno terá mais segurança, aprendendo cada passo, como alongar, noções de movimentos básicos, conhecer o mar, ficará apto a identificar os locais apropriados para a pratica do esporte.



Sedentarismo se combate com boxe by editorfique10
dezembro 8, 2009, 9:03 am
Filed under: saúde | Tags: , , ,

Boxe é a opção mais apropriada para queimar caloria e manter o corpo saudável, trabalhando os músculos, concentração, respiração, condicionamento físico e respiração. Boxe libera as tensões do dia-a-dia a cada soco, portanto está em moda nas academias.

 Em uma hora de aula com seqüência de aquecimento e golpes, pode se gastar até 1200 calorias.

Deve ser iniciada com aquecimento, ex: pulando corda em media de 15 minutos aproximadamente, isso também depende do preparo físico de cada aluno. O aluno que estiver com um bom condicionamento físico, o tempo de aquecimento é maior e conseqüentemente o treino é mais intenso.

Logo em seguida com o corpo aquecido, inicia a etapa onde o instrutor com protetor nas mãos, recebe golpes do atleta. Etapa realizada para treinar socos e corrigir a postura. Posição correta é a seguinte: com joelhos levemente inclinados e flexionados na mesma direção do tronco.

Para manter o corpo aquecido na hora da briga é necessário ficar “saltitando”, que já é uma característica do esporte, para que o soco seja eficaz, o braço permanece na altura do queixo. O adversário deve ser analisado para calcular a distância aplicando a força no golpe certeiro.

As melhores partes para direcionar os golpes são nariz, queixo, lateral do rosto, pescoço e abdômen. Se der socos com a mão esquerda gire o corpo para direita, se der socos com a mão direita gire o corpo para esquerda.

Para quem não tem adversário, o saco, teto-solo, bonecos de borracha, etc. Mas o ideal é praticar boxe com adversários, pois ensina a se defender de golpes, prevenindo socos e poupando pancadas no abdômen com antebraços elevado na altura do rosto.



Cerveja pode ser culpada pela barriga? by editorfique10
dezembro 7, 2009, 1:13 pm
Filed under: Peso | Tags: , ,

Chega o final de expediente do trabalho, você não vê a hora de se sentar com seus amigos à mesa de algum bar e poder tomar uma bebida, a exemplo da boa e velha cerveja. Ou então, no final de semana você aproveita para sair e badalar sempre com uma rodada de bebidas. Mas, depois de um tempo, você percebe que está ganhando algumas “gordurinhas” localizadas e a primeira a ser responsabilizada por isso é a cerveja. Quem já não escutou a expressão “barriguinha de chopp”?

Entretanto, de acordo com a naturóloga Mariana Reis Dias, especialista em nutrição do Otris Spa Urbano, a famosa barriga de cerveja não passa de mito. “Ela é, simplesmente, o local em que nosso organismo mais gosta de armazenar suas reservas. Os acompanhamentos e petiscos (geralmente frituras) associados à cerveja é que são os grandes vilões da famosa barriguinha de chopp. Não há aumento da massa muscular, e sim um inchaço corporal e acúmulo de gorduras localizadas devido aos excessos, tanto de cerveja como dos aperitivos que a acompanham”, explica.

A naturóloga conta que, como tudo na vida, os excessos não são nada bons para se manter saudável e ter equilíbrio físico e mental. “Ter saúde é ter consciência dos próprios atos. As ‘gordurinhas’ extras nada mais são do que desobediência alimentar e estilo de vida sedentário. A dose é individual, assim como a consciência de cada um”, diz.

Segundo Fabiana Schmidt, nutricionista da Clínica Agape, os líquidos em geral podem contribuir para o aumento de peso se a pessoa tiver tendência a edemaciar (acumular líquidos debaixo da pele – o famoso inchaço). “Mas, será um ganho de peso em água e não em gordura. O problema é que as pessoas não sabem identificar se estão edemaciadas ou não, e quando sobem na balança acham que ganharam gordura”, explica.

Fabiana acrescenta que os líquidos são responsáveis pelo aumento do tamanho de estômago; contudo, as pessoas sentem menos fome por causa disso. “Quem bebe durante as refeições fica com o suco gástrico mais diluído, o que atrapalha na digestão. Seu corpo já está acostumado com isso e libera mais suco gástrico para ‘compensar’. Como seu corpo sabe que você bebe algum líquido durante a refeição, ele ‘relaxa’ mais. Literalmente, o tamanho do estômago fica maior, já que neste espaço deve caber comida e líquido”, declara.

“Se você pára subitamente de consumir líquidos durante as refeições, certamente irá preencher este espaço que ficou vazio com comida e acabará engordando”, completa a nutricionista.

No que diz respeito à cerveja, ela é a mais calórica (144 calorias a cada 350 ml) entre as bebidas alcoólicas. De acordo com Mariana Reis Dias, a alternativa para quem não quer deixar de tomar uma cerveja, mas não quer ficar com a famosa “barriguinha” é não exceder na dose. “Para não cair na tentação, tome uma taça de vinho, um suco de frutas, água de coco. Estas são maneiras leves e gostosas de beber sem ter que fugir do bar. Depende do seu controle”, enfatiza a naturóloga.

“O álcool deve ser consumido em pouca quantidade, o mínimo possível, preferencialmente nos finais de semana. No máximo duas latinhas ou duas doses dos destilados, já que mesmo estas quantidades são suficientes para agredir o organismo. A cerveja age igualmente em homens e mulheres: ao ingerir, o álcool é metabolizado no fígado e vai para a corrente sangüínea. O excesso desidrata a pessoa”, comenta a nutricionista Fabiana Schmidt.

O que fazer para perder e evitar a “barriguinha” indesejada
A personal trainer Simone Diniz, profissional da Clínia Lage, explica que se você ganhou uma “barriguinha”, perdê-la será bastante difícil por não existirem exercícios específicos para diminuí-la. “Ao contrário do que as pessoas acreditam, os abdominais não ajudam a perder a barriga, mas somente a fortalecê-la”, relata.

“O ideal para quem não quer mais ficar com gordura abdominal localizada é combinar exercícios aeróbios para todo o corpo com séries de esforço. Além disso, a postura sempre ereta e a contração constante do abdômen ajudam a evitar a indesejável barriguinha”, ressalta Simone.



ATENÇÃO MULHERES: CUIDADO COM O SALTO ALTO E COM A BOLSA by editorfique10
dezembro 4, 2009, 7:33 am
Filed under: saúde | Tags: , , ,

Anabela, Luiz XV, plataforma, fino, agulha… Esses são os saltos altos mais conhecidos e usados pelas mulheres. Sinônimo de elegância, o salto alto pode se tornar um vilão e causar diversos problemas de coluna. Além de desconfortáveis, esses tipos de sapato ocasionam problemas nos pés e na maioria das vezes são responsáveis pelas dores nas costas. Tudo isso porque eles alteram a posição de equilíbrio do corpo, mudando o centro de gravidade. “É como se as mulheres precisassem se equilibrar em cima do sapato. Isso provoca uma sobrecarga na coluna lombar, prejudica as articulações e, como os glúteos ficam mais contraídos, pode provocar dores no nervo ciático e conseqüentemente dores de cabeça”, alerta o quiropraxista Jason Gilbert.

Agora quando o assunto é a bolsa, um acessório indispensável no guarda-roupa feminino, muito cuidado também deve ser tomado.  Evite carregar muitos objetos. Lembre-se: ela é uma bolsa e não uma mochila.  A bolsa deve ser leve para não sobrecarregar o ombro. Nunca carregue a bolsa de um lado só, pois isso provoca uma assimetria séria e o esqueleto, que só funciona quando os dois lados do corpo estão em equilíbrio, pode começar a dar sinais de problemas como dores no nervo ciático, torcicolo, dores lombares, cefaléia, bico de papagaio entre muitas outras doenças.

No Brasil há mais de 10 anos, o quiropraxista Jason Gilbert atende diariamente em suas clínicas dezenas de mulheres que apresentam problemas decorrentes do uso de salto alto ou bolsas pesadas. “As mulheres precisam aliar elegância e conforto”, comenta o especialista.

Quem já apresenta problemas de coluna uma alternativa é a quiropraxia, que dedica-se à prevenção, diagnóstico e tratamento de disfunções do sistema neuro–músculo–esquelético, ou seja, de problemas nas articulações, músculos, tendões, nervos e outras estruturas e de seus efeitos sobre o sistema nervoso e a saúde em geral. Ela resolve problemas sem cirurgia ou medicamentos, através de vários métodos terapêuticos, em especial a manipulação ou ajustamento articular.

A quiropraxia é bastante utilizada para qualquer tipo de dores e tensões musculares, como as lesões por esforços repetitivos (LER), em restrições a movimentos, e ainda evita a osteoartrose, doença comum nas articulações. Após um ajuste bem realizado observa-se a redução da dor, melhora no movimento e redução da tensão muscular.

Testada e aprovada por muitos famosos – entre eles, Mel Gibson, Arnold Schwarzenegger, Richard Gere, Vítor Belfort, Robert Scheidt, Nando Reis e os rapazes da banda Jota Quest –, a quiropraxia ajuda a evitar problemas previsíveis, minimizar a dor, manter a boa função da coluna e do corpo e a economizar dinheiro com futuros problemas de saúde.

Reconhecida pela OMS, a quiropraxia é a terceira maior profissão na área da saúde no mundo. Atualmente há 90 mil quiropraxistas em todo o mundo. Nos EUA e Canadá aproximadamente 1/3 das pessoas que sofrem dores ou problemas da coluna vertebral consultam um quiropraxista, e existem por lá mais de 60 mil profissionais. Para ser um quiropraxista é necessário ser graduado. No Brasil já existem faculdades que oferecem este curso.

Dr. Jason Gilbert nasceu e se formou em Sydney (Austrália). Bacharel em Ciências Médicas e mestre em Quiropraxia, Jason tem clínica na cidade de São Paulo (no bairro da Vila Olímpia, no Tatuapé e na Av. Paulista), em Campinas (SP) e em Lima, no Peru. É representante mundial do Brasil e do Peru nos congressos da Associação Mundial de Quiropraxia.

DICAS DO DR. JASON GILBERT:
– Alterne o ombro que você carrega a bolsa;
– Mantenha a postura perfeita, ou seja, caminhar com a postura ereta e correta vai ajudar a minimizar as dores;
– Torne a carga o mais leve possível;
– Carregue aparelhos eletrônicos como o laptop em uma mochila  para evitar que sobrecarregue um lado só de seu corpo;
– Não carregue a bolsa  no antebraço
– Opte por sapatos confortáveis;
– Leve um par de tênis ou um sapato com salto mais baixo para utilizar quando o uso de salto alto for dispensável. 

 

Serviço:

(11) 3845-4115 – www.quiropraxiajasongilbert.com.br

Divulgação: Rojas Comunicação