Fique10


Descubra como a maçã ajuda a perder peso
fevereiro 28, 2009, 10:11 pm
Filed under: Alimentação | Tags: , ,

Conhecidos por sua longevidade, os japoneses estão sempre à procura de ingredientes ou substâncias encontrados na natureza que possam melhorar ou ajudar na manutenção da saúde. Ao contrário de nós ocidentais, a população japonesa quase não ingere alimentos ricos em proteína de origem animal nem tão pouco é “fanático” pela prática de exercícios físicos, tais como,  musculação, corrida, etc. E, no entanto, continuam sendo um dos povos de maior longevidade.

Qual o segredo dos japoneses?

É possível que a resposta não seja tão simples a ponto apontarmos um único fator como responsável pela longevidade entre os orientais. Entretanto, algumas pesquisas em andamento comprovam o que a grande maioria da população nipônica já sabia: alimentos saudáveis
podem ser a chave essencial para conquistar a saúde e, por conseguinte, a longevidade.

Desse modo, pesquisadores da Nippon Sport Science University Graduate School acabam de divulgar junto à comunidade científica o poder que as maçãs parecem ter sobre, não apenas a saúde, mas quem sabe também sobre uma maior facilidade em emagrecer e perder gordura corporal.

De acordo com o trabalho realizado por pesquisadores japoneses, a ingestão moderada de maçãs durante um período de três semanas foi capaz de promover uma perda de gordura de aproximadamente 20% em cobaias de laboratório, além de aumentar significativamente a capacidade antioxidativa das cobaias.

Ricas em substâncias denominadas Polifenóis (as mesmas encontradas em uvas e vinho tinto), as maçãs parecem exercer um papel de “varredores” de radicais livres para fora de nosso corpo. Apesar de há muito já sabermos sobre as propriedades antioxidativa das maçãs, a surpresa ocorreu quando os pesquisadores detectaram uma sensível perda de gordura corporal nas cobaias participantes do estudo.

Essa foi a primeira vez que uma pesquisa comprovou a capacidade lipolítica (destruição de gordura) por parte dos polifenóis. Apesar de necessitar de maiores estudos, essa descoberta sugere que devemos considerar seriamente incluir o consumo diário de maçãs na nossa dieta quotidiana.

Onde encontrar –

Podemos dizer que os polifenóis são encontrados em diversas formas na natureza. Parte integrante dos flavonóides, os polifenóis são substâncias com grande poder de neutralizar as moléculas de radicais livres (as quais causam lesão às células e, consequentemente, doenças), sendo consideradas, portanto, como substâncias antioxidantes. Dentre as grandes fontes de flavonóides polifenóis, podemos citar, além das maçãs, o vinho tinto, as uvas, o morango, a pêra, a ameixa, a cereja, o chá e o chocolate.Apesar de todos serem ricos em polifenóis, a maçã é a grande campeã na concentração dos mesmos.

O exemplo dado pela maçã demonstra claramente que o verdadeiro segredo da longevidade e da manutenção da saúde reside na simplicidade do que comemos e fazemos.
Afinal, talvez não esteja distante o dia em que os profissionais de saúde passem a receitar alimentos funcionais no lugar dos tradicionais medicamentos indicados para o tratamento das patologias. Isso, sem dúvida, pode representar uma verdadeira revolução na extensão da vida humana.

Fonte: 3Fitness

Anúncios


Por que fazer alongamento?
fevereiro 28, 2009, 10:06 pm
Filed under: Alongamento | Tags: ,

Alongar !
Muitos estudos têm comprovado que a falta de atividade física é prejudicial à saúde. Os chamados males modernos, como o stress, doenças do coração e até mesmo a obesidade são frutos da inatividade.
Uma boa forma de evitar a inatividade são os trabalhos de alongamentos, que são o ponto de divisão entre a vida sedentária a vida ativa.
Ao manter os músculos flexíveis, o indivíduo corre menos riscos de um possível
estiramento em movimentos bruscos, durante a a execução de atividades físicas.
Os alongamentos são exercícios fáceis, mas mesmo assim todo cuidado é pouco. Ao praticá-los de maneira incorreta pode-se prejudicar o sistema neuromuscular. Fazendo corretamente é uma atividade muito agradável.
Os limites do corpo não devem ser ultrapassados, para que o exercício torne-se eficiente, tenha qualidade e esteja de acordo com a sua estrutura muscular.
O trabalho de alongamento deve ser realizado de forma lenta e gradual principalmente aos iniciantes.
Qualquer pessoa pode realizar o trabalho de alongamento, independente de idade ou flexibilidade, não sendo necessário ser atleta ou ter condicionamento invejável.
Alongar-se é um exercício apropriado para qualquer horário, e podem ser realizados em qualquer lugar, como no trabalho, na rua, em casa, em cima da cama, vendo televisão ou sempre que sentir necessidade de aliviar uma tensão.
A redução de tensões musculares e sensação do corpo mais relaxado, prevenção de lesões, melhor circulação sangüínea, são alguns dos benefícios que o alongamento trás ao nosso corpo.
É sempre indicado para qualquer início de atividade física, uma avaliação por um médico.

Fonte: Cyberdiet



Dicas para quem quer emagrecer e manter o peso
fevereiro 28, 2009, 10:03 pm
Filed under: Alimentação | Tags: , ,

Você decidiu ter uma alimentação saudável e ficar mais ativo fisicamente?
Deu-se conta que escolhas saudáveis têm impacto positivo não somente em si
mesmo, mas também naqueles que o cercam?
Seja o objetivo emagrecer ou manter seu peso atual, aqui estão algumas dicas
para ajudá-lo. Lembre-se que para manter o peso você precisa equilibrar as
calorias ingeridas com a energia gasta através da atividade física. Se comer
mais do que gasta, ganhará peso. Se comer menos do que gasta, emagrecerá!
Faça das escolhas saudáveis um hábito.
Isso ocasiona um estilo de vida saudável! Comprometa-se a comer bem,
movimentar-se mais e obtenha o apoio da família e amigos. Ainda melhor,
comece ter uma alimentação saudável e praticar atividades físicas ao mesmo
tempo!

Faça um levantamento do seu padrão de alimentação e atividade física.
Mantenha um diário dos padrões de alimentação e atividade física. Escreva não
somente o que come, mas onde, quando e o que sentiu no momento. Você poderá
ver o que engatilhou sua fome e o que satisfez seu apetite. Que alimentos
você rotineiramente compra? Que lanches mantém na despensa?
Coma pelo menos 5 porções de frutas e vegetais por dia
Tente substituir alimentos menos nutritivos e com muitas calorias por frutas
e vegetais. Incorpore pelo menos 5 porções de frutas e vegetais por dia em
sua dieta.
Coma alimentos ricos em fibras que o ajudaram a sentir-se cheio
Grãos integrais, legumes (lentilhas e feijões), vegetais e frutas são boas
fontes de fibras alimentares que podem o ajudar a sentir-se cheio com menos
calorias.
Prepare e coma as refeições e lanches em casa
Essa é uma boa forma de economizar dinheiro, alimentar-se de maneira saudável
e passar tempo com a família. Quando preparar as refeições, escolha as
opções com menos-gordura ou menos-calorias dos seu ingredientes favoritos e
aprenda como é fácil substituir.
Escolha lanches que são nutritivos e que satisfaçam
Um pedaço de fruta fresca, vegetais ou iogurte com pouca gordura são escolhas
excelentes (e fáceis de carregar) para levar até os horários de lanche. Leve
esses lanches com você para uma alternativa saudável às batatinhas, doces e
salgadinhos.

Aproveite seu tempo!
Coma somente quando tiver fome e aproveite o gosto, textura e cheiro das
refeições. Lembre que leva-se aproximadamente 15 minutos para que seu
estômago sinalize a seu cérebro que ele está cheio.

Se escolher comer fora, lembre-se dessas sugestões:
Preste atenção nas porções. O tamanho das porções em restaurantes e
lanchonetes geralmente são maiores, o que provavelmente o  levará a comer
demais. Escolha porções menores, peça tira-gosto e uma salada verde folhosa
com molho de pouca gordura. Divida a comida com um amigo ou então coma apenas
uma parte e leve o restante como quentinha.
Perdoe-se
Se cometer erros ocasionais, não desista! Perdoe-se por ter feito aquela
escolha e siga com seu objetivo. Coma almoço e jantar super-saudáveis se teve
um café da manhã com muita gordura e calorias.
Lembre-se da atividade física!
Procure ter pelo menos 30 minutos (adultos),  de atividade física de
intensidade moderada por pelo menos 5 dias na semana. Se estiver começando a
ser fisicamente ativo, lembre-se que até pequenos aumentos na atividade
física ocasionam benefícios à saúde. Comece com poucos minutos de exercícios
por dia e aumente gradualmente até chegar aos 30 minutos. Se você já faz 30
minutos diários de atividade física moderada, pode ter ainda mais benefícios
para a saúde ao elevar a quantidade de tempo ou fazendo atividades de maior
intensidade.

Conheça também os aparelhos de ginástica da Cepall e o kit para montar sua academia em casa.



Emagreça comendo
fevereiro 28, 2009, 9:58 pm
Filed under: Alimentação | Tags: , ,

Comer freqüentemente pode nos auxiliar a emagrecer e nos ajuda a não engordar.
Por que e como emagrecer comendo?

Comer freqüentemente significa: Começar nosso dia com algum tipo de café da manhã e continuar a comer a cada 3 ou 4 horas. Essa “forma de comer” inclui refeições, mini-refeições e lanches. Todos os tipos de alimentos podem ser comidos em qualquer hora do dia então, se por um acaso você adora a comida do café da manhã, a aprecie no jantar como uma mini-refeição ou lanche. A idéia é comer, e não pular refeições e lanches!
Isso parece loucura como um plano de emagrecimento e perda de peso? Parece muito fácil (comer freqüentemente realmente soa fácil, certo?)? Isso pode até parecer louco e fácil, mas não é. Mudar os seus hábitos alimentares requer um plano e persistência. Então, antes de irmos às sugestões para mudar os seus hábitos, precisamos olhar um pouco mais de perto e ver porque podemos perder peso desta forma:

Comer freqüentemente irá manter nossos níveis de açúcar no sangue numa faixa ótima. Isso pode ajudar a reduzir aquelas ânsias por açúcar (doces à tarde?).

Irá suprir o seu cérebro com energia facilmente disponível. Isso não só irá reduzir aquelas ânsias por açúcar, mas também irá nos ajudar a manter um humor estável e melhor capacidade de raciocínio. Você já alimentou sua fadiga? Já comeu como resultado do estresse?

Ajudará a queimar algumas calorias a mais. Sempre que comemos, aumentamos um pouco a nossa taxa metabólica. Isso é chamado “efeito termogênico do alimento”. Algo como adicionar uma pouco mais de lenha à fogueira e observar as faíscas.

Dará mais energia. Quando temos mais energia podemos nos exercitar melhor (maior intensidade significa mais calorias queimadas) e mais energia não colabora com a síndrome do sedentarismo.

Ajudará a diminuir as porções de comida. Você já ficou um tempo realmente longo sem comer e não teve vontade de engolir até a pia da cozinha? Podemos encolher o nosso estômago (estômagos encolhem) ao comer pequenas porções de comida em cada lanche ou refeição, e isso nos ajudará a reduzir essas porções também.
Ajudará a reduzir a alimentação esfomeada. Você já comeu todo o pão da cesta quando chegou ao restaurante? Já comeu a refeição enquanto a preparava?

Irá ajudá-lo a domar a comilança nas festas! Quantas vezes você chegou numa festa de fim de ano, ou num jantar especial, faminto porque estava poupando o consumo de calorias para o evento especial, e então reclamou depois que comeu mais do que pretendia? Se pensarmos melhor, poupar o consumo de calorias antecipadamente nos levará a comer mais depois!
Isso tudo lhe parece familiar? Você deveria tentar comer freqüentemente. Leva-se tempo para organizar e muitas vezes achamos razões para lutar contra a mudança. Mudar os hábitos alimentares requer esforço, mas uma cintura magra e sentir-se melhor não vale a pena?



Diet ou light?
fevereiro 28, 2009, 9:55 pm
Filed under: Alimentação | Tags: , , ,

Hoje em dia é cada vez mais comum produtos diet ou light nas prateleiras dos supermercados. Uma volta ao supermercado é o suficiente para encontrarmos dezenas de produtos com estas características, desde bebidas, até lacticínios, passando por doces e bolachas. Esta quantidade de produtos nos deixa completamente confusos quando fazemos compras. Que escolha diet? ou light?

A palavra diet, quando presente na embalagem dos alimentos, significa que aquele alimento em questão apresenta exclusão total de um determinado componente, componente este que está presente em alimentos do mesmo tipo. Ou seja, ela pode significar ausência de açúcar, de glúten, de sal, etc… Isto, em termos práticos,
nem sempre representa redução de calorias, como muitos acreditam. Isto porque geralmente estes componentes são substituídos por outros para manter o gosto ou a característica do produto, e este outro pode ser tão ou mais calórico do que o antigo. Por exemplo, em chocolates diet, o açúcar é substituído pelos adoçantes, porém esta substituição altera a sua consistência. Para manter a textura habitual, são acrescentados mais gordura na sua composição, aumentando, portanto, o seu valor calórico, apesar da ausência do açúcar.

A palavra light, que muitas vezes é confundida com a diet, representa um contexto totalmente diferente. Produtos light significam a redução de pelo menos 25% do valor calórico habitual. Esta sim apresenta diminuição real de calorias.

Actualmente existe um aumento da preocupação relacionada a uma alimentação saudável. Para tal muitas pessoas recorrem a alimentos diet ou light. Porém um produto diet ou light não significa necessariamente uma dieta mais saudável. No caso de produtos diet, por exemplo, eles são apenas úteis para pessoas que não podem ingerir um determinado tipo de alimento. Assim sendo, um diabético necessitará de produtos diet com ausência de açúcar, um hipertenso de alimentos com ausência de sal, e uma pessoa com doença celíaca de produtos sem glúten.

Uma pessoa com boa saúde e que queira fazer uma dieta saudável não deve consumir alimentos diet pelo simples fato de não ter algum componente. É preciso analisar todos os componentes existentes e suas proporções para saber se ele é adequado para as suas necessidades.

Em relação aos alimentos light, eles também não devem ser consumidos de forma indiscriminada. O consumo de um produto light só propiciará diminuição de peso se for consumido a mesma quantidade do produto normal. Como fornece menos calorias, muitos acabam por  consumir mais achando que não terão problemas. Com esta atitude, além de sair caro (os produtos light são mais caros que os normais), acabam por causar efeito contrário pois a soma de calorias dos alimentos light consumidos é maior que a dos alimentos normais, levando ao aumento de peso.

Portanto, para ter uma alimentação saudável, o consumo simples e indiscriminado de alimentos diet e light não é a solução. Estes produtos podem ajudar a melhorar a alimentação, porém é sempre importante a avaliação médica e nutricional para definir quais os produtos mais indicados e quais devem ser evitados

Fonte: 3fitness.com



Exercite-se
fevereiro 28, 2009, 9:53 pm
Filed under: Dicas importantes | Tags: , , , ,

desenhoPesquisas médicas demonstram que boa parte da falta de saúde é causada pela inatividade física.

Através da consciência e de mais informações à respeito de cuidados para com a saúde que incluem maior movimentação corporal, as pessoas estão mudando seus hábitos de vida.

Sabemos que o único meio de prevenir os males da inatividade é permanecer ativo, não durante um mês, mas durante toda a vida. Descobrimos que a saúde é, na maioria das vezes, um fator que podemos controlar e que podemos prevenir o surgimento de algumas doenças. Quando nascemos recebemos um corpo saudável e temos o dever de cuidar e zelar por este que é nosso abrigo.

Verifique, a seguir, algumas vantagens que a atividade física proporciona:

– As pessoas ativas tem vida mais intensa, apresentam mais vigor, resistem mais as doenças e permanecem em forma. São mais autoconfiantes, menos deprimidas e estressadas.

– Uma pessoa ativa, tem tendência a ter o seu peso dentro da faixa normal e mantê-lo com mais facilidade e por mais tempo do que a sedentária.

– O ativo apresenta pressão arterial e freqüência cardíaca mais baixa do que o sedentário tanto em repouso quanto em atividade, desta forma, o ativo suporta por mais tempo o exercício enquanto o sedentário tem certas limitações cardiovasculares.

– A atividade física melhora a postura e ajuda a combater maus hábitos como o fumo entre outros.

Na ausência de exercícios físicos diários, nossos corpos tornam-se depósitos de tensões acumuladas e, sem canais naturais de saída para essas tensões, nossos músculos tornam-se fracos e tensos. O ideal é praticar atividade física durante toda vida mas, independentemente disto, podemos recuperar uma existência mais saudável e gratificante em qualquer idade.

Sabemos que fazer exercícios físicos com regularidade fazem bem, mas somente esse conhecimento não é suficiente.O importante é FAZER, pois de que serve um conhecimento que não é aproveitado?

Conheça também os aparelhos de ginástica da Cepall e o kit para montar sua academia em casa.



Novo treinamento de musculação
dezembro 12, 2008, 1:43 pm
Filed under: Treinos de Exercícios | Tags: , , ,

Na musculação, até hoje conhece-se alguns vários tipos de treinos, adaptados à realidade do aluno. Ou seja, de acordo com seus objetivos, nível de condicionamento, biotipo, patologias e possíveis lesões.

O americano Frederick Hahn, autor do livro The Slow Burn Fitness Revolution (A revolução da Boa Forma pela Malhação Lenta), está tentando modificar estes conceitos. O que ele propõe é que, se você fizer um exercício bem lentamente, ele vai ficar bem difícil. Se você usar uma carga alta em movimentos lentos, você pode contar com os impulsos que ajudam a erguer o peso e facilitam o trabalho dos músculos. Este programa proposto tem o nome de Super Slow. Ainda está sendo estudado aqui no Brasil pelo Prof. Valmor Tricoli da Escola de Ed. Física e Esporte da USP.

O novo método quer transmitir que se levantarmos um peso durante 15 a 20 segundos numa única execução, elevamos a resistência do músculo a níveis cada vez maiores. Ou seja, seria um treino de musculação com menos repetições e muito mais peso. Seriam apenas 5 a 6 repetições quase com a carga máxima suportada pelo praticante. Cada repetição tem que ser executada durante estes 15 a 20 segundo citados.

O que o programa propõe:

1. Carga Horária: 30 minutos por semana
2. Peso: perto da carga máxima
3. Duração: de 15 a 20 segundos cada execução
4. Número de repetições: 5 a 6

Ainda há controvérsias neste programa. Ele está sendo bastante questionado por professores de várias academias, principalmente pela execução de apenas 30 minutos por semana. Ainda o Prof. Valmor está buscando evidências científicas para comprovar ou não o novo método.

Fonte: http://www.obsidiana.com.br

Vale a pena conhecer o programa Cinto de tração, da Cepall, para quem quer ganhar explosão e resistência muscular.