Fique10


Gustavo Borges – Recordista Mundial de Natação by editorfique10
Gustavo Borges no Jogos PAN-AMERICANOS

Gustavo Borges no Jogos PAN-AMERICANOS

O recordista brasileiro em medalhas Pan-Americanas Gustavo Borges atuou em diversos clubes, já foi medalhista olímpico quatro vezes e recentemente lançou com a Cepall quatro dvd’s sobre a linha Acqua. Nesta entrevista, o atleta fala sobre o começo de sua carreira, seu lado empresário e a rede de academias que tem pelo Brasil. Confira abaixo:

1-Como foi que você chegou na natação e porque a escolheu?
Comecei a nadar pois sempre tive incentivo e muitos amigos que nadavam na época, o que facilitou minha entrada.

2-Sua carreira teve início na cidade de Ituverava, interior de São Paulo, e depois você representou o Clube Pinheiros. Conte-nos um pouco sobre a importância que este clubes trouxeram para sua carreira.
Em vários clubes fiz minha transição até chegar no nível profissional. Todos foram importantes em termos técnicos e ajudaram minha chegada aos EUA, em 1990.

3-Você é medalhista olímpico de natação por quatro vezes e é considerado recordista brasileiro em medalhas Pan-Americanas, medalhas da Copa do Mundo e recordista Mundial de natação. Qual foi a medalha mais importante que ganhou?
As quatro medalhas olímpicas com certeza são as mais importantes.

4-A última vez oficial que você competiu foi na Olimpíada de Atenas. Qual foi a sensação que teve por ser a última vez?
Foi um misto de alegria e tristeza, pois encerrei um ciclo e comecei outro. No dia a dia, a natação é muito cansativa,  entao a transição foi natural não foi traumática. Eu estava preparado para parar, mas sabia que ia sentir muita saudade.

5-Você tem alguma rotina diária de exercícios?
Sim, pratico 1 hora de exercícios diários (musculação, corrida) e aos finais de semana faço esportes leves, como tênis e vôlei, por exemplo.

6-O Troféu Gustavo Borges durou onze edições e a partir deste ano não terá mais. Você o substituirá por outro projeto? 
A princípio não. A tendência é resgatar o troféu de novo nos próximos anos.

7-Em quem você aposta atualmente na natação?
Atualmente o César Cielo, mas tem muitas pessoas boas também
.

8-Agora como empresário, como que você contribui para a natação? Fale um pouco sobre a expansão da sua rede de academias.
A ideia é crescer como rede de ensino na metodologia e como empresa. Pretendemos no ano que vem crescer pelo menos em 80 novas unidades.

-Recentemente, a Cepall lançou quatro dvd’s com você sobre o produto Acqua. Como foi que surgiu esta parceria?
Foram vários anos de conversa, contato e uma sinergia em comum da Cepall com o nosso interesse de divulgar algo que trabalhamos e ensinamos no dia a dia. Aí conseguimos unir as empresas e as vontades para produzir e lançar estes quatro dvds.

10-O ex-nadador Eduardo Scavone Schiesari (o Francês) é o assessor técnico de sua metodologia e vocês se conhecem desde o clube Pinheiros. Como funciona o trabalho que vocês exercem juntos?
Ele atua como colaborador e ajuda no desenvolvimento de produtos , como foi o caso dos dvd’s do produto Acqua.

Anúncios


Fernanda Keller – 5 vezes campeã do Ironman Brasil by editorfique10

Triathleta

Ferndanda Keller - Triathleta

A triatleta carioca Fernanda Keller já pratica há 25 anos triatlo, modalidade que reúne em uma mesma competição etapas de natação, ciclismo e corrida. Ela, que sempre usou elásticos em sua preparação física, agora assina diversas linhas da empresa Cepall, especializada em acessórios para fitness. Nessa entrevista, ela dá dicas de como se tornar um atleta bem sucedido, comenta sobre seus importantes títulos e explica sobre sua instituição social no Rio de Janeiro. Confira abaixo:

Você assinou com a marca de fitness  Cepall. Qual a importância dos exercícios físicos na sua rotina?
Fundamental para todas as pessoas que buscam saúde, principalmente os atletas , que além de tudo visam performance.

Para ser um triatleta precisa de muita  dedicação e esforço. Como foi que você começou nessa modalidade?
Fui uma das  pioneiras e o Triathlon era uma  grande novidade. Descobrimos em 1982 um esporte e um estilo de vida. A primeira prova no Rio de Janeiro foi muito bonita! Nadavámos em Guaratiba, pedalávamos até o quebra – mar na barra e corríamos até copacabana, quase a orla toda do rio. As distâncias eram bastante longas para a época, quase um meio ironman. O meu maior desafio era conseguir completar a prova! Consegui ter sucesso e muito feliz completei meu primeiro triathlon. Fiquei muito motivada para continuar me desafiando em outras provas.

Você é única atleta brasileira que  participou de 23 edições seguidas do Ironman. O que você aconselha a quem vai começar neste esporte agora?
A dica que eu dou é procurar a orientação de um profissional de Educação Física, especializado em Triathlon, para orientar nos treinos e curtir a natureza e a chance de ser atleta.

Qual o título que você considera o mais  importante da sua carreira?
5 vezes campeã do Ironman Brasil, 6 vezes medalha de bronze no Campeonato Mundial de Ironman Hawaii e 14 vezes TOP10 no mesmo  Campeonato Mundial de Ironman Hawaii.

Sua rotina exige uma alimentação leve e  balanceada. Segue alguma dieta ou cardápio?
Já fiz várias consultas com nutricionistas e sempre procuro fazer para me atualizar. Geralmente, os nutricionistas pouco alteram a minha dieta, já que minha alimentação consiste em alimentos de alto teor nutritivo e preparados da forma mais saudável possível. Eu como frutas, legumes, verduras diversos, vários tipos de grãos, proteína magra como peixes e um pouco de frango, muito suco de frutas e legumes, àgua de coco, queijo branco, pães variados, geléias e como ninguém precisa ser radical um brigadeiro e um sorvetinho às vezes para alegrar, não tem problema algum.

Quantos litros de água você bebe por  dia?
De 3 a 5 litros.

Com o passar dos anos, você mudou algo em  seu treinamento?
Sempre leio e pesquiso sobre novidades e lançamentos.

Quem você  considera o atleta mais completo?
Duke kahanamoku.

Quantas pessoas tem na sua  equipe?
Depende do momento.

Você tem uma instituição social em  Niterói/RJ que leva seu nome. Como surgiu a idéia?
O projeto é voltado para o atendimento de crianças e adolescentes de baixa renda, com idades entre 07 e 17 anos, todos os estudantes da rede pública de ensino. O projeto de triatlon, além de educar para o esporte, visa à formação por inteiro do indivíduo, possibilitando desenvolver suas competências, alicerçando a cidadania, objetivando o bem-estar físico e mental. Com a finalidade de dar maiores condições de atendimento às crianças e adolescentes e assim poder atender  a enorme demanda por vagas, foi fundado, em maio de 2001, o Instituto Fernanda Keller, para que, de uma forma ainda mais efetiva, através de planejamentos, estratégias e parcerias,  possa propor novos projetos e iniciativas de expansão.



ALONGAMENTOS AJUDAM A EVITAR LESÕES NA HORA DOS EXERCÍCIOS (MARCELO NEGRÃO) by editorfique10
novembro 24, 2009, 10:26 am
Filed under: Alongamento | Tags: , , , , , , ,

Está chegando o verão. Época em que as pessoas invadem as academias para intensificar os exercícios e entrar em forma para a estação mais animada do ano. Essa também é a época em que as pessoas que estão fora de forma correm para diminuir o prejuízo.

O fato de não ter dinheiro ou tempo para praticar alguma atividade física não é mais desculpa para sair do sedentarismo. Em São Paulo, existem uma infinidade de parques e ruas arborizadas, excelentes para caminhar e arriscar uns trotes. No entanto, cuidado ao tomar a iniciativa de se exercitar por conta própria sem a ajuda de um profissional. Sair por aí praticando qualquer esporte sem se precaver com a dieta, vestimenta e, principalmente, alongar-se da maneira adequada, podem causar graves lesões. Durante toda a minha carreira, contei com a ajuda do ortopedista Eraldo Rabello, que fez parte da comissão médica da CBV durante vários anos, e que sempre me orientou em relação aos alongamentos, extremamente importantes para que durante a prática de qualquer exercício, não ocorra nenhuma lesão.

Abaixo, algumas dicas de alongamentos que, neste final de ano, farão a diferença e contribuirão de forma positiva com o bem estar do seu corpo para aproveitar bem o verão:

* Alongamento em pé:

– Estenda os braços a frente entrelaçando os dedos e curvando as costas. Através desse alongamento, você irá alongar os braços (tríceps e antebraço e as costas).

– Eleve os braços para cima e entrelace os dedos. Em seguida desça para o lado e fique parado por vinte segundos. Repita o movimento no outro lado. (trabalha a lateral do corpo).

– Segure um dos pés de encontro às nádegas, alongando o quadríceps (parte anterior da coxa). Troque o lado.

– Estenda um braço à frente e com a outra mão puxe o braço estendido para dentro (em cima do peito), alongando o Deltóide (músculo do ombro).

– Passe os braços para trás do corpo, cruzando os dedos e alongando o peito.

– Com as pernas estendidas, leve o tronco a frente como se fosse tocar às mãos no chão. (alonga as costas).

– Faça movimentos circulares com a cabeça, para um lado e para o outro.

* Sentado:

– Sente com as pernas afastadas. Leve o tronco à frente, coluna reta e braços estendidos, alongando a coluna e os músculos adutores (parte interna das coxas).

* Deitado:

– Deite de barriga para cima. Flexione as pernas e cruze uma sobre a outra. Segure a perna de baixo, puxando as duas pernas de encontro ao peito, alongando o glúteo (músculo do bumbum). Troque o lado.

Pode não parecer, mas alongar-se antes de qualquer atividade física significa maior rendimento de seu treino, diminuindo de forma consideravél o risco de contusões.

Por: MARCELO NEGRÃO   (Campeão Mundial de Volleybal pela seleção Brasileira.)


Marcelo Negrão by editorfique10

Embaixadores do Esporte

Embaixadores do Esporte

Com um saque indefensável no ponto final, Marcelo Negrão se consagrou e ajudou o Brasil a conquistar o até então inédito ouro olímpico, em Barcelona-1992. Nascido em São Paulo (SP), cresceu em Recife (PE), onde começou a jogar vôlei. Eleito por duas vezes melhor jogador do mundo, foi bicampeão da Liga Mundial (1993/2001), campeão da Copa Européia de Clubes (1994) e campeão italiano (1994). Marcelo disputou a Liga Mundial de 2001 e depois foi tricampeão da Superliga em 2003, pelo Ulbra. Casado com Ísis Negrão, Marcelo é pai de dois meninos e é o único dos Embaixadores que continua na ativa, no vôlei de praia – dupla com Adriano.

1-) Jogar vôlei de praia exige muito do preparo físico. O que você faz para manter-se fisicamente?

Treino com bola durante uma hora e meia na areia, mais uma hora de musculação, por dia.

2-) Qual modalidade exige mais esforço físico: vôlei de praia ou de quadra?

A areia,  por ser “fofa”, dificulta na hora da corrida, da impulsão para o salto. Portanto, vôlei de praia desgasta mais.

3-) Que alimentos você consome na sua rotina alimentar?

Como um pouco de tudo, claro, sem exageros. Mas o que não falta no meu prato é carne, seja vermelha ou branca.

4-) Além do vôlei, você gosta de praticar algum outro esporte?

Sim, gosto muito de natação. Por ser um esporte completo, me ajuda a manter e a desenvolver a musculatura.

5-) Qual a sua opinião sobre anabolizantes?

Todos nós sabemos que os anabolizantes não fazem bem algum para a saúde. Te dá uma “falsa” sensação de ter mais força, mas, no final, acaba prejudicando sua vida profissional e particular.

6-) Já faz o uso de anabolizantes durante algum período da carreira?

Nunca usei e nunca vou usar.

7-) Existe diferença nos treinamentos de vôlei de praia e areia?

Sim, muita. Meu corpo era acostumado a jogar em um ambiente fechado, chão liso, sem nenhuma imperfeição, bola mais leve. Agora, na areia, os treinamentos são completamente diferentes. A bola é mais pesada, o posicionamento em quadra é outro, o terreno é irregular e a céu aberto e, com o vento, a trajetória da bola muda, fazendo agente correr mais e, consequentemente, cansar mais.

8 -) Você procura incorporar sua rotina física e alimentar em sua família?

Bom, não imponho nenhuma restrição alimentar aos meus filhos. Deixo eles comerem de tudo, claro, sem exagero. Já minha esposa pratica esportes e se alimenta muito bem.

9-) O que você procura fazer nas suas horas livres para conseguir uma boa qualidade de vida?

Morando em São Paulo, a qualidade de vida fica a desejar. Nas horas livres, gosto muito de viajar, se possível para lugares que tenham praia ou posadas que tenham piscina. Assim, me sinto mais próximo dos meus filhos.

10-) Qual a importância da boa alimentação e praticar esportes?

Nos dias de hoje, com a vida estressante que vivemos, em especial nas grandes cidades, sabemos que a alimentação aliada à atividade física é um ponto fundamental para conseguirmos ter uma qualidade de vida melhor, principalmente na terceira idade.

11-) O que é ficar 10 pra você?

Para mim, ficar 10 é, primeiramente, estar bem consigo mesmo. Isto consequentemente reflete no convívio com a família e os amigos, coisa que nunca abro mão, pois eles são a base da minha vida. Como esportista, ficar bem é estar com a saúde sempre em dia, com uma alimentação balanceada, sem exageros e sempre praticando atividade física. E como não poderia faltar, ficar 10, é quando estou na quadra fazendo o que eu mais amo na vida, jogar vôlei!



Ginástica Laboral traz benefícios às empresas e seus funcionários by editorfique10
junho 2, 2009, 4:09 pm
Filed under: Ginástica Laboral | Tags: , , , ,

Ginástica Laboral é uma atividade de alongamento muscular orientada, praticada em empresas, sob orientação de um profissional. Sua finalidade é diminuir os reflexos do sedentarismo e, ao mesmo tempo, evitar lesões contraídas durante o expediente, causadas por movimentos repetitivos, posicionamento inadequado ao se sentar, entre outros.

Estudos do Ministério da Saúde apontam os benefícios desta atividade, como aumento da produtividade no trabalho em até 5%, redução de acidentes de trabalho em até 25% e problemas de absenteísmo em até 20%.

Além destes problemas que são superados no horário do expediente, a Ginástica Laboral contribui para a manutenção do bem estar também fora do trabalho. Ela ajuda a manter os músculos sempre alongados, o que evita a fadiga muscular; corrige a má postura, que pode causar lesões na coluna; reduz o estresse e tensão, contribuindo para um melhor relacionamento com as pessoas.

Especialistas recomendam parar as atividades por alguns minutos a cada duas horas de trabalho e alongar grandes grupos musculares, como ombros, pernas e troco, a fim de evitar problemas de postura e má circulação.

Alguns exercícios executados na Ginástica Laboral

Espreguiçar (ombros e cotovelos) – Em pé, levante os dois braços e os mantenham esticados, com as mãos espalmadas para cima e os dedos entrelaçados. Feito isso, faça movimentos circulares com os braços durante 20 segundos.

Circundução da cabeça (coluna cervical) Em pé ou sentado, com a coluna reta, faça movimentos circulares com a cabeça, variando os lados. Faça pelo menos 10 repetições para cada lado.

Rotação tronco (coluna lombar) Em pé, com os braços erguidos à meia altura e com as pernas paradas, faça movimentos com o tronco para a esquerda e para a direita. Faça esse movimento por 20 segundos.

Saci (joelho e tornozelo) – Em pé, leve a mão esquerda para trás do corpo e segure o peito do pé direito, flexionando a perna para trás. Após 20 segundos de duração, mude de posição.

Inversão / Eversão (tornozelo) – Em pé, coloque uma perna à frente e levemente levantada. Faça movimentos giratórios com o tornozelo, para dentro e para fora. Concentre o movimento por 20 segundos.

Conheça também os acessórios fitness da Cepall e o kit para montar sua academia em casa.

Divulgação: Rojas Comunicação

(11) 3675-4940 / 3873-6261



Michelle Giannella by editorfique10
Michelle_Gianella

Michelle Gianella

Formada em jornalismo pela Faculdade Cásper Libero, Michelle Giannella, possui em seu currículo grandes experiências profissionais. Atualmente, além de apresentar o programa “Gazeta Esportiva”, faz parte do grupo de jornalistas do programa “Mesa Redonda”, ambos na Rede Gazeta. Linda, dentro dos seus 1,74 de altura, aos 17 anos decidiu ouvir o conselho dos amigos e fazer o curso de modelo e manequim do SENAC. No primeiro dia de aula o professor exigiu que ela emagrecesse 10 quilos se quisesse seguir na carreira. Michelle ficou arrasada, mas sua disciplina e determinação não a deixaram desanimar e em pouco tempo perdeu os quilos a mais. Realizou alguns trabalhos como modelo e manequim mas, ao passar no vestibular para Jornalismo, abandonou tudo e mergulhou de cabeça na nova profissão.

1- Quais as atividades físicas que pratica? Quantas vezes por semana?
Tento ir a academia Monday pelo menos duas vezes por semana, mas é complicado por causa dos meus horários (faculdade de manhã e trabalho á tarde). Quando vou faço um pouco de musculação, esteira, bicicleta, dando mais ênfase aos exercícios aeróbicos.

2-Qual a região do corpo que mais ganha atenção na hora da malhação? Pernas, braços e bumbum.

3- Um prato 10 é um prato saudável. Quais alimentos têm lugar garantido em seu prato?
Spaghetti ao molho de tomate, acho que é bem saudável. Adoro brócolis, espinafre e frutas!

4-Como é sua relação com a balança? Uma relação de paz ou de guerra? Vivemos em paz. Meu peso é estável, felizmente.

5- Ficar 10 é estar de bem com você mesma. Quais são suas dicas?
Para ficar 10 consigo mesma a pessoa tem que se gostar acima de tudo, se dar valor e ter consciência de que o culto desmetido pela boa aparência é prejudicial. Veja o exemplo de Susan Boyle, na Inglaterra. Não podemos julgar ninguém pela aparência, mas sim valorizar a essência das pessoas. O culto pela magreza, formas perfeitas, beleza a qualquer preço e eterna juventude não proporcionam a felicidade.

6- Você é a única mulher no Mesa Redonda, um dos programas mais tradicionais da TV brasileira. Como é a convivência?
Adoro meus companheiros de trabalho, todos são muito inteligentes e divertidos, são minha segunda família.

7- Há uma lenda dizendo que as mulheres não entendem de futebol e você desmente essa lenda por conta de sua atuação. Foi difícil superar esse preconceito?
No começo sim, foi bem difícil. Já estou no programa há nove anos, o respeito e o reconhecimento pelo meu trabalho são uma realidade, mas no começo tive que engolir muito sapo e cantada de jogador.

8- Falando um pouco de futebol… Você acha que o Dunga deve ficar no comando da seleção?
Apesar do Dunga ter uma campanha satisfatória em termos de resultados no comando da seleção, não gosto do modo como o time joga, não gosto das escalações que ele faz e nem da maneira como ele lida com a imprensa. Na minha opinião, são dois os treinadores para a seleção: Muricy Ramalho e Felipão.

9- Quais são os três melhores jogadores da atualidade?
No Brasil: Hernanes, Keirrison e Ramires.
No mundo: Cristiano Ronaldo, Messi e Gerard.

10- Não poderíamos deixar de perguntar…Qual o seu time de coração? Segredo… ops, me desculpem!

11- Quem é o esportista nota 10 na sua opinião?
No Brasil: Maurren Maggi, Cesar Cielo e Daniel Dias, nadador paraolímpico No mundo: Lance Armstrong, Michael Phelps



IMPORTÂNCIA DA ATIVIDADE FÍSICA NA TERCEIRA IDADE by editorfique10
abril 15, 2009, 9:14 am
Filed under: Dicas importantes | Tags: , , , ,

Pesquisas mostram que a expectativa de vida está aumentando. Até 2020, nosso país deverá ter a sexta maior população de idosos do mundo. Mas sabemos que conforme os anos vão passando, problemas de saúde podem aparecer. Hábitos alimentares equivocados e a falta de atividades nessa fase acabam causando várias mudanças no corpo. As principais são:

– Aumento na quantidade de gordura no organismo;
– Diminuição da força muscular;
– Osteoporose;
– Enfraquecimento de ligamentos e tendões;
– Diminuição dos reflexos de ação e reação;
– Diminuição da coordenação e habilidade motora;
– Perda de equilíbrio, sujeitando a quedas e conseqüentemente fraturas;
– Aumento da incidência de doenças, como a hipertensão, câncer e diabetes.

Praticar algum tipo de atividade física, juntamente com uma alimentação apropriada, melhora e muito a qualidade de vida dos idosos, pois ajudam a reduzir ou mesmo eliminar alguns desses problemas.

Como voltar a se exercitar:

O começo pode ser difícil, mas não desanime. Faça do exercício um hábito. Inicie devagar, aumentando a intensidade gradualmente. Períodos de 30 minutos já são suficientes e dão resultado. Eles melhoram a movimentação das articulações, a flexibilidade, diminuem a tensão articular, aumentam a força e a resistência dos membros, além de eliminarem o desânimo e o estresse. Os sistemas cardiovascular e respiratório também serão beneficiados.
Tente praticar de duas a três vezes sessões durante o dia, até seu condicionamento melhorar. O que importa é se exercitar. Algumas atividades que você pode escolher são:

– Caminhada;
– Andar de bicicleta;
– Natação e Hidroginástica;
– Dançar;
– Pilates e Ioga.

Exercícios musculares também são fundamentais. Especialistas os apontam como a prática perfeita para as pessoas da terceira idade. Eles combatem a perda de massa muscular e fortalecem os ossos, combatendo a osteoporose. Além disso, a musculação age na prevenção de problemas posturais e de coluna. Ajuda também a estabilizar a pressão arterial, sendo uma das melhores armas contra a hipertensão, o colesterol e a diabetes. Mas o ideal é ter um programa adequado a sua condição física. Procure um especialista. Ele vai te avaliar e indicar os melhores programas e os aparelhos adequados para os exercícios.

Se quiser praticar os exercícios em casa, um dos programas mais fáceis e versáteis é o Elastiness. Produzido pela Cepall, é capaz de oferecer 15 tipos possíveis de exercícios e alongamentos, que podem ser feitos no trabalho, na viagem, no lar, ou quaisquer outros lugares escolhidos. É um aparelho feito com material elástico que fortalece e modela os músculos dos braços, ombros, peito, pernas e glúteos.

Dicas para melhorar e animar se programa de atividade física:

– Verifique seu estado de saúde com um profissional médico. Caso tenha problema de saúde crônico, pergunte qual tipo de atividade física é o mais adequado a você;
– Use roupas e calçados confortáveis e apropriados à atividade física que estiver fazendo;
– Caso sentir algum incômodo, interrompa a atividade física e consulte um médico;
– Coma alimentos nutritivos. Faça um seleção balanceada, com cereais, proteínas, legumes e frutas. Alimente-se a cada três horas e ingira bastante líquidos por dia;
– Não se esqueça do alongamento antes e depois de suas sessões. Isso evita lesões musculares;
– Traga amigos ou parentes para suas práticas. Eles vão te apoiar e fazer com que tudo se torne mais agradável. Ou se preferir, faça atividades em lugares públicos. Assim você conhece pessoas e faz amigos. Isso melhora sua auto-estima, confiança e humor. A dança e a hidroginástica são bons exemplos.

Lembre-se que nunca é tarde para começar. Dificuldades vão existir, mas são iniciais e podem ser superadas pela experiência e sabedoria que você adquiriu ao longo da vida. Os benefícios para o corpo e a mente serão ótimos para que sua aposentadoria seja mais leve e agradável.

Há todo um caminho pela frente e nada melhor que percorrê-lo com disposição, alegria e saúde. Procure um especialista que lhe indique os melhores exercícios, faça uma avaliação física e mãos à obra!

Divulgação: Rojas Comunicação
(11) 3675-4940 / 3873-6261

Conheça também a linha de aparelhos de ginástica da Cepall e o kit para montar usa academia em casa.