Fique10


Previna-se: O coração pode “pifar” by editorfique10
março 30, 2009, 9:23 am
Filed under: Dicas importantes | Tags: , , , ,

Ao contrário do que se pensava, os problemas cardíacos podem atingir pessoas de qualquer idade, inclusive adolescentes

Estress, vida sedentária, tabagismo, álcool em excesso, muitos males irreparáveis ao coração. Mas mesmo com as insistentes campanhas publicitárias, conselhos de médicos e de especialistas, pouca gente dá a atenção devida a este perigo, que aflige milhões de brasileiros, e o que é pior, pouca gente sabe que os problemas cardíacos também podem atingir pessoas jovens – inclusive os adolescentes. Além disso, uma pessoa que também tenha uma vida normal, que faça exercícios com frequência, não fuma, nem bebe e que viva com tranqüilidade sem preocupações também pode ter problemas com o coração.

Qualquer pessoa pode ter problemas do coração, independente da sua idade. É justamente por isso que todas as pessoas, de qualquer idade, devem realizar periodicamente exames de avaliação cardíaca. Quanto mais cedo identificado um problema, maiores são as chances de tratamento e adoção de um estilo de vida adequado à realidade encontrada.

As pessoas têm uma idéia errada de que somente os velhos e os obesos é que podem ter problemas do coração. Isto não é verdade. A realização de exames, os cuidados com as alterações do trigriceres e o nível de colesterol, tudo isto é muito importante. Para aquelas pessoas, que estão no grupo de risco é essencial que se comece a corrigir seus hábitos, evitando o cigarro o álcool e também o sedentarismo, melhorando assim a qualidade de vida e evitando que venha a ser um possível paciente. Os cardiologistas afirmam que o inimigo número 1 do coração é o cigarro, que causa um mal irreparável ao órgão. Em seguida estão classificados o sedentarismo e o estress, considerado o mau do século.

Exercícios representam outro problema. Eles podem causar até mesmo um ataque fulminante se forem praticados antes de uma consulta médica para se analisar o nível de resistência. “Uma pessoa que nunca tenha feito exercícios físicos com regularidade pode sofrer um ataque e até mesmo morrer, pois ela não sabe as condições reais do seu coração”, explica o cardiologista.

Antes de iniciar a prática de exercícios é necessário que se realize os exames necessários para evitar problemas futuros. Seguindo estas recomendações cada pessoa poderá no mínimo estar garantindo uma vida mais longa e saudável e ainda contribuindo com a saúde do coração.

Fonte: http://www.canalsaude.com.br



Os Benefícios de Caminhar. by editorfique10
fevereiro 16, 2009, 7:15 pm
Filed under: Dicas importantes | Tags: , ,

Que todos sabem que caminhar é importante, não temos dúvidas, mas nem todos optam por caminhar. Se tivermos que ir até a padaria, a farmácia, buscar o filho na escola e essas distâncias forem maiores que dois quarteirões esqueçam, o carro sairá da garagem.

As desculpas para não praticar tal ação são diversas..  “as calçadas estão ruins”..  “não tenho tênis apropriado”… “E o perigo de ser assaltado?”… Mas todos se esquecem dos clubes, parques, praças, etc..  e deixam de praticar os exercícios que, consequentemente, serão lembrados quando a famosa “idade chegar”…

Caminhada é uma das atividades mais simples de se praticar, devido à praticidade do exercício, sendo indicada para as pessoas sedentárias, hipertensas ou diabéticas, pois apresenta pouquíssimo índice de lesões.

Para efeito de condicionamento físico, a caminhada deve durar de 30 a 60 minutos, sem incluir o aquecimento e a fase de desaquecimento. Para iniciantes, o indicado é caminhar de 3 a 5 vezes por semana conforme capacidade de seu corpo. O numero diário de sessões semanais podem ir aumentando conforme o condicionamento físico aumenta, podendo chegar aos 60 minutos diários.

Mas, para todo exercício físico, seja ele forte ou fraco, deve-se ficar atento a algumas dicas:

  • Antes de caminhar, coma algo leve e de fácil digestão (frutas, iogurte, etc..).
  • Utilize roupas confortáveis, leves e claras.
  • Utilize boné para proteção contra o sol.
  • Protetor Solar é indispensável.
  • Utilize calçado apropriado, evitando lesões.
  • Não inicie a atividade rapidamente, aqueça o corpo antes.
  • Respeite seus limites.
  • Beba muito líquido.

A postura também é um grande fator contra dores musculares e problemas de coluna, por isso atenção:

  • Cabeça: Dirigida para frente com o queixo paralelo ao chão.
  • Ombros: Para trás, sem forçar a coluna.
  • Peito: Elevado e expandido.
  • Músculos abdominais: Levemente contraídos.
  • Coluna Lombar: Suavemente curvada para dentro.
  • Braços: Movimentos naturais
  • Pés: Apoiados primeiro no calcanhar, depois na planta e por fim na ponta.

Boa caminhada.

Fonte: Revista da Indústria – Out/08



Sedentarismo by Ariana Dêgelo
dezembro 12, 2008, 1:42 pm
Filed under: Treinos de Exercícios | Tags: , , , ,

O sedentarismo é definido como a falta ou a grande diminuição da atividade física, na realidade, o conceito não é associado necessariamente à falta de uma atividade esportiva. É Indiretamente causa de 70% das internações hospitalares no Brasil. Números que a princípio impressionam, mas, depois de uma rápida reflexão, compreende-se a questão. Falta de tempo, correria, estresse, má alimentação, todos estes são problemas um tanto simples no cotidiano, mas um combustível potente contra a saúde.

Do ponto de vista da Medicina Moderna, o sedentário é o indivíduo que gasta poucas calorias por semana com atividades ocupacionais. Para deixar de fazer parte do grupo dos sedentários o indivíduo precisa gastar no mínimo 2.200 calorias por semana em atividades físicas.

O sedentarismo é a principal causa do aumento da incidência de várias doenças. Hipertensão arterial, diabetes, obesidade, ansiedade, aumento do colesterol, infarto do miocárdio são alguns dos exemplos das doenças às quais o indivíduo sedentário se expõe. O sedentarismo é considerado o principal fator de risco para a morte súbita, estando na maioria das vezes associado direta ou indiretamente às causas ou ao agravamento da grande maioria das doenças.

Porém, toda ansiedade por ficar em forma e manter uma vida saudável pode acabar prejudicando ao invés de ajudar. Fazer o exercício físico de forma errada, exceder na carga e nas repetições e a falta de uma orientação profissional podem ser fatais ao músculo mais importante do corpo, o coração. Um coração não condicionado submetido ao estresse pode ser atingido por uma alteração cardiovascular grave gerando um infarto.

A vida nos grandes centros urbanos com a sua automatização progressiva, além de induzir o indivíduo a gastar menos energia, geralmente impõe grandes dificuldades para ele encontrar tempo e locais disponíveis para a prática das atividades físicas espontâneas. A própria falta de segurança urbana acaba sendo um obstáculo para quem pretende fazer atividades físicas. Diante dessas limitações, tornar-se ativo pode ser uma tarefa mais difícil, porém não de todo impossível.

Aumentar o gasto calórico semanal pode se tornar possível, simplesmente reagindo aos confortos da vida moderna. Subir 2 ou 3 andares de escada ao chegar em casa ou no trabalho, dispensar o interfone e o controle remoto, estacionar o automóvel intencionalmente num local mais distante, dispensar a escada rolante no shopping center, são algumas alternativas que podem compor uma mudança de hábitos.

Segundo trabalhos científicos recentes, praticar atividades físicas por um período mínimo de 30 minutos diariamente, contínuos ou acumulados, é a dose suficiente para prevenir doenças e melhorar a qualidade de vida.

A principal recomendação para fazer exercício com segurança é seguir o bom senso e praticar exercícios como um hábito de vida e não como quem toma um remédio amargo. A principal orientação é fazer exercícios com prazer, sentindo bem-estar antes, durante e principalmente depois da atividade física. Qualquer desconforto sentido durante ou depois de exercícios deve ser adequadamente avaliado por um profissional da especialidade. O exercício não precisa e não deve ser exaustivo se o propósito for à saúde.

Praticando exercícios com maior segurança e efetividade:

  • Usar roupas adequadas: A função da roupa durante o exercício é proporcionar proteção e conforto térmico. Agasalhos que provocam aumento excessivo da sudorese devem ser evitados porque provocam desconforto e desidratação, não exercendo nenhum efeito positivo sobre a perda de peso.
  • Hidratar-se adequadamente: Deve-se ingerir líquidos antes, durante e depois de exercícios. A perda excessiva de líquidos e a desidratação constituem a principal causa de mal-estar durante o exercício.
  • Sentir bem-estar: Escolha a modalidade e sobretudo a intensidade de exercício que traga prazer e boa tolerância. Ao fazer exercícios prolongados ajuste a intensidade que permita sua comunicação verbal sem que a respiração ofegante prejudique sua fala. Esta é uma forma prática de ajustar uma intensidade adequada.

Consulte seu médico: Qualquer dúvida ou desconforto procure orientação profissional. Realizar uma avaliação física para elaboração de um programa de treinamento será uma atitude de grande utilidade prática. Não se deixe levar por propagandas muitas vezes enganosas prometendo resultados milagrosos com outros recursos recomendados para substituir os benefícios do exercício ativo.

Fontes:

Site Emedix – Asinado por Dr. Turíbio Leite Barros Leite http://www.emedix.com.br/artigos/mes001_1f_sedentarismo.shtml#texto1

Site Jornal do Tocantins – Assinado por Émerson Alencar – dia 11 de Janeiro de 2004 http://www2.jornaldotocantins.com.br/anteriores/11jan2004/brasil/2.htm