Fique10


MULHERES ESTÃO MORRENDO MAIS POR PROBLEMAS CARDÍACOS by editorfique10
abril 24, 2009, 4:20 pm
Filed under: saúde | Tags: , , ,
Estudos afirmam que índice de doenças no coração está crescendo no sexo feminino; segundo o cardiologista Dr. Hélio Castello, rotina estressante no trabalho é uma das principais causas

No mundo mais de 17 milhões de pessoas morrem por ano vítimas de doenças cardiovasculares. Os dados são da Organização Mundial da Saúde (OMS), que relata ainda que esses problemas representem a maior causa de mortes no Brasil, com cerca de 360 mil casos anuais. E as mulheres ganham cada vez mais espaço dentro dessa estatística. Atualmente, cerca de 30% dos casos de infarto têm mulheres como vítimas. Estudos constatam que elas têm uma chance maior de morte depois de instalado o Infarto. “No Brasil, mais de 200 mulheres morrem por dia vítimas de Infarto, sendo as doenças cardiovasculares a principal causa de morte nelas, assim como nos homens, chegando a matar seis vezes mais que o câncer de mama, onde temos campanhas já bem estabelecidas”, afirma o cardiologista Dr. Hélio Castello, diretor da Angiocardio.

 

Segundo o médico, elas estão a cada ano mais expostas ao risco, pois cerca de 40% apresentam aumento da cintura abdominal, mais de 20% fumam, 18% são ex-fumantes, 23% têm seus níveis de pressão arterial acima do preconizado e 21% possuem alteração dos níveis de colesterol, além de que as mulheres estão cada vez mais inseridas no mercado de trabalho e, portanto, acumulam o estresse do trabalho com o dos cuidados da família, comprometendo em muito a qualidade de vida. Quanto ao cigarro, ele alerta sobre os males que esse comportamento traz ao organismo. “A nicotina vicia e o monóxido de carbono contribui para diminuir o calibre dos vasos sanguíneos, dificultando a passagem do sangue. A falta de atividade física regrada, a bebida e alimentos não saudáveis como os de fast-foods, que possuem altos índices de colesterol, contribuem no entupimento das artérias coronárias. É o cenário perfeito para um infarto ou um derrame”, alerta o cardiologista.

 

Existem alguns fatores que agravam a instalação da doença do coração nas mulheres que seriam: a associação da pílula anticoncepcional com o cigarro, que representam uma das maiores causas de Infarto em mulheres jovens, em idade fértil, aumentando o risco delas em até cinco vezes. As pílulas produzem artificialmente um estrogênio semi-sintético, que pode elevar a formação de coágulos nas artérias e veias, interrompendo a irrigação do músculo cardíaco e levando-o ao infarto. Também cresce a chance de doenças vasculares periféricas, como varizes, tromboses e até o AVC (acidente vascular cerebral), conhecido como derrame; o fato das mulheres possuírem vasos menos calibrosos e, geralmente, desenvolverem estas doenças em idades mais avançadas dificultam o tratamento; e, além disso, os sintomas às vezes são mais insidiosos e, portanto, dificultam o diagnóstico.

 

As mulheres costumam sofrer mais risco de terem problemas cardíacos na maturidade, a partir dos 40 anos, mas principalmente após os 50, quando chegam à menopausa. A partir desse período, diminui a produção do estrogênio, um protetor da saúde feminina. “Os hormônios estrogênios são fabricados pelo próprio corpo da mulher e são grandes aliados do coração, porque estimulam a dilatação dos vasos, facilitando o fluxo sanguíneo. Após a menopausa, a proteção hormonal oferecida pelo estrogênio, que é produzido pelos ovários começa a cessar, aumentando as chances de doenças cardiovasculares”, explica o Dr. Hélio Castello.

 

O sintoma mais comum de quem é portador de doença cardíaca é a dor no peito, ocorrendo em cerca de 80% das pacientes. “É uma dor no meio do tórax, como um aperto, que tem intensidade e duração variadas”, indica Castello. “Ela pode irradiar-se para o braço esquerdo, pescoço e até para a mandíbula. Outros sintomas que podem ocorrer, mas que são mais raros, são a fadiga, falta de ar, palpitações e desmaios. Algumas pessoas nem apresentam tais sintomas, mas também podem ter o problema”, completa o diretor da Angiocardio.

 

Apenas um diagnóstico médico pode constatar o problema, mas algumas medidas podem ser tomadas para evitá-lo. Para o Dr. Hélio Castello, cortar os maus hábitos alimentares e comportamentais, e começar a praticar outros mais saudáveis é primordial. “Além de evitar o cigarro, é fundamental realizar exames de colesterol e pressão arterial a partir dos 30 anos de idade pelo menos. O controle da alimentação, aumentando o consumo de frutas, legumes e verduras, melhora a saúde e ajuda a controlar o peso, estes hábitos nós deveríamos ter e multiplicar inclusive para nossos filhos, para que eles cresçam em situação melhor. O consumo excessivo de sal e bebidas também devem ser evitados. Fazer exercícios também é importante. Uma caminhada de 30 minutos, por exemplo, é ótima e ajuda no condicionamento e na queima das calorias que ajudam a entupir os vasos sanguíneos”, finaliza. Mas segundo o especialista, consultar um médico e fazer check-ups periodicamente são as melhores formas de se evitar ou tratar o problema.

 

Divulgação: Rojas Comunicação

(11) 3675-4940 / 3873-6261

Anúncios


Previna-se: O coração pode “pifar” by editorfique10
março 30, 2009, 9:23 am
Filed under: Dicas importantes | Tags: , , , ,

Ao contrário do que se pensava, os problemas cardíacos podem atingir pessoas de qualquer idade, inclusive adolescentes

Estress, vida sedentária, tabagismo, álcool em excesso, muitos males irreparáveis ao coração. Mas mesmo com as insistentes campanhas publicitárias, conselhos de médicos e de especialistas, pouca gente dá a atenção devida a este perigo, que aflige milhões de brasileiros, e o que é pior, pouca gente sabe que os problemas cardíacos também podem atingir pessoas jovens – inclusive os adolescentes. Além disso, uma pessoa que também tenha uma vida normal, que faça exercícios com frequência, não fuma, nem bebe e que viva com tranqüilidade sem preocupações também pode ter problemas com o coração.

Qualquer pessoa pode ter problemas do coração, independente da sua idade. É justamente por isso que todas as pessoas, de qualquer idade, devem realizar periodicamente exames de avaliação cardíaca. Quanto mais cedo identificado um problema, maiores são as chances de tratamento e adoção de um estilo de vida adequado à realidade encontrada.

As pessoas têm uma idéia errada de que somente os velhos e os obesos é que podem ter problemas do coração. Isto não é verdade. A realização de exames, os cuidados com as alterações do trigriceres e o nível de colesterol, tudo isto é muito importante. Para aquelas pessoas, que estão no grupo de risco é essencial que se comece a corrigir seus hábitos, evitando o cigarro o álcool e também o sedentarismo, melhorando assim a qualidade de vida e evitando que venha a ser um possível paciente. Os cardiologistas afirmam que o inimigo número 1 do coração é o cigarro, que causa um mal irreparável ao órgão. Em seguida estão classificados o sedentarismo e o estress, considerado o mau do século.

Exercícios representam outro problema. Eles podem causar até mesmo um ataque fulminante se forem praticados antes de uma consulta médica para se analisar o nível de resistência. “Uma pessoa que nunca tenha feito exercícios físicos com regularidade pode sofrer um ataque e até mesmo morrer, pois ela não sabe as condições reais do seu coração”, explica o cardiologista.

Antes de iniciar a prática de exercícios é necessário que se realize os exames necessários para evitar problemas futuros. Seguindo estas recomendações cada pessoa poderá no mínimo estar garantindo uma vida mais longa e saudável e ainda contribuindo com a saúde do coração.

Fonte: http://www.canalsaude.com.br



Combata o stress e leve a vida numa boa by editorfique10
fevereiro 25, 2009, 7:47 pm
Filed under: Dicas importantes | Tags:

O que é o Stress?

O “STRESS” é o resultado de uma reação que o nosso organismo tem quando estimulado por fatores externos desfavoráveis. A primeira coisa que acontece conosco nestas circunstâncias é uma grande descarga de adrenalina, e os órgãos que mais sentem são o aparelho circulatório e o espiratório.

No aparelho circulatório a adrenalina promove a aceleração dos batimentos cardíacos (taquicardia) e uma diminuição do tamanho dos vasos sangüíneos periféricos. Assim, o sangue circula rapidamente para uma melhor oxigenação, principalmente dos músculos e do cérebro, já que ficou pouco sangue na periferia, o que também diminui sangramentos em caso de ferimentos superficiais.

No aparelho respiratório, a adrenalina promove a dilatação dos brônquios(broncodilatação) e induz o aumento dos movimentos respiratórios (taquipnéia) para que haja maior capitação de oxigênio, aumentando a velocidade do cistema respiratório.

Quando o perigo passa, o nosso organismo cancela a super produção de adrenalina e tudo volta ao normal.

No mundo de hoje as situações não são tão simples assim e o perigo e a agressão estão sempre nos rodiando. Por isso a reação do organismo frente ao stress é de taquicardia, palidez, sudorese e respiração ofegante. Pode haver também um descontrole da pressão arterial, provocando um aumento de pressão à níveis bem altos.

Medidas para combater o “Stress”

O combate ao stress não é fácil, mas existem algumas medidas que aliviam e podem ajudar muito.

Quaisquer que sejam as medidas indicadas, o reconhecimento do problema é o primeiro passo para a cura. A partir de então programe o que fazer, o importante é tentar e mudar.

  • Faça exercícios físicos ou pratique esportes regularmente. Abaixa a pressão e alivia as tensões causadas pelo stress.
  • Arrume um hobby ou um passatempo, isto ajuda a desviar a sua atenção e alivia o stress.
  • Controle a sua dieta, melhorando seus hábitos, diminuindo o consumo de bebidas alcóolicas e deixe de fumar. Ao contrário do que muita gente pensa estas atitudes não são estressantes mas, contribuem para o aumento do stress.
  • Procure conversar mais com as outras pessoas, melhore o seu relacionamento, isto não vai curar mas alivia as tensões.
  • Procure sair de férias se possível, e deixe de se preocupar tanto.

Fonte: www.saudevidaonline.com.br

Conheça também os aparelhos de ginástica da Cepall e o kit para montar sua academia em casa.



Sedentarismo by Ariana Dêgelo
dezembro 12, 2008, 1:42 pm
Filed under: Treinos de Exercícios | Tags: , , , ,

O sedentarismo é definido como a falta ou a grande diminuição da atividade física, na realidade, o conceito não é associado necessariamente à falta de uma atividade esportiva. É Indiretamente causa de 70% das internações hospitalares no Brasil. Números que a princípio impressionam, mas, depois de uma rápida reflexão, compreende-se a questão. Falta de tempo, correria, estresse, má alimentação, todos estes são problemas um tanto simples no cotidiano, mas um combustível potente contra a saúde.

Do ponto de vista da Medicina Moderna, o sedentário é o indivíduo que gasta poucas calorias por semana com atividades ocupacionais. Para deixar de fazer parte do grupo dos sedentários o indivíduo precisa gastar no mínimo 2.200 calorias por semana em atividades físicas.

O sedentarismo é a principal causa do aumento da incidência de várias doenças. Hipertensão arterial, diabetes, obesidade, ansiedade, aumento do colesterol, infarto do miocárdio são alguns dos exemplos das doenças às quais o indivíduo sedentário se expõe. O sedentarismo é considerado o principal fator de risco para a morte súbita, estando na maioria das vezes associado direta ou indiretamente às causas ou ao agravamento da grande maioria das doenças.

Porém, toda ansiedade por ficar em forma e manter uma vida saudável pode acabar prejudicando ao invés de ajudar. Fazer o exercício físico de forma errada, exceder na carga e nas repetições e a falta de uma orientação profissional podem ser fatais ao músculo mais importante do corpo, o coração. Um coração não condicionado submetido ao estresse pode ser atingido por uma alteração cardiovascular grave gerando um infarto.

A vida nos grandes centros urbanos com a sua automatização progressiva, além de induzir o indivíduo a gastar menos energia, geralmente impõe grandes dificuldades para ele encontrar tempo e locais disponíveis para a prática das atividades físicas espontâneas. A própria falta de segurança urbana acaba sendo um obstáculo para quem pretende fazer atividades físicas. Diante dessas limitações, tornar-se ativo pode ser uma tarefa mais difícil, porém não de todo impossível.

Aumentar o gasto calórico semanal pode se tornar possível, simplesmente reagindo aos confortos da vida moderna. Subir 2 ou 3 andares de escada ao chegar em casa ou no trabalho, dispensar o interfone e o controle remoto, estacionar o automóvel intencionalmente num local mais distante, dispensar a escada rolante no shopping center, são algumas alternativas que podem compor uma mudança de hábitos.

Segundo trabalhos científicos recentes, praticar atividades físicas por um período mínimo de 30 minutos diariamente, contínuos ou acumulados, é a dose suficiente para prevenir doenças e melhorar a qualidade de vida.

A principal recomendação para fazer exercício com segurança é seguir o bom senso e praticar exercícios como um hábito de vida e não como quem toma um remédio amargo. A principal orientação é fazer exercícios com prazer, sentindo bem-estar antes, durante e principalmente depois da atividade física. Qualquer desconforto sentido durante ou depois de exercícios deve ser adequadamente avaliado por um profissional da especialidade. O exercício não precisa e não deve ser exaustivo se o propósito for à saúde.

Praticando exercícios com maior segurança e efetividade:

  • Usar roupas adequadas: A função da roupa durante o exercício é proporcionar proteção e conforto térmico. Agasalhos que provocam aumento excessivo da sudorese devem ser evitados porque provocam desconforto e desidratação, não exercendo nenhum efeito positivo sobre a perda de peso.
  • Hidratar-se adequadamente: Deve-se ingerir líquidos antes, durante e depois de exercícios. A perda excessiva de líquidos e a desidratação constituem a principal causa de mal-estar durante o exercício.
  • Sentir bem-estar: Escolha a modalidade e sobretudo a intensidade de exercício que traga prazer e boa tolerância. Ao fazer exercícios prolongados ajuste a intensidade que permita sua comunicação verbal sem que a respiração ofegante prejudique sua fala. Esta é uma forma prática de ajustar uma intensidade adequada.

Consulte seu médico: Qualquer dúvida ou desconforto procure orientação profissional. Realizar uma avaliação física para elaboração de um programa de treinamento será uma atitude de grande utilidade prática. Não se deixe levar por propagandas muitas vezes enganosas prometendo resultados milagrosos com outros recursos recomendados para substituir os benefícios do exercício ativo.

Fontes:

Site Emedix – Asinado por Dr. Turíbio Leite Barros Leite http://www.emedix.com.br/artigos/mes001_1f_sedentarismo.shtml#texto1

Site Jornal do Tocantins – Assinado por Émerson Alencar – dia 11 de Janeiro de 2004 http://www2.jornaldotocantins.com.br/anteriores/11jan2004/brasil/2.htm



Corrida by Ariana Dêgelo
dezembro 12, 2008, 1:37 pm
Filed under: Treinos de Exercícios | Tags: , , , , , ,

Vantagens

– Melhoria da circulação.

– Diminuição dos problemas no coração, devido à ativação da circulação sangüínea.

– Melhoria na condição física geral do indivíduo.

– Alta perda de calorias e grande redução de gorduras indesejadas.

Riscos

– Lesões musculares e nas articulações dos membros inferiores (pernas e pés), como na panturrilha, sola do pé e calcanhar. Os riscos são maiores com uso de roupas e tênis inadequados ou com excesso de esforço.

– Os riscos para a saúde podem aumentar se você praticar a corrida num ritmo forte, em longos períodos e na freqüência dos batimentos cardíacos máxima permitida (75% a 80% da freqüência normal).

Observação: para calcular a sua freqüência cardíaca ideal, os médicos costumam recomendar usar a fórmula: 220 – idade = freqüência cardíaca total (100%). Na dúvida, consulte um médico.

Período mínimo para fazer efeito

– Em um mês já é possível sentir os resultados da corrida, ou seja, pernas durinhas, melhora do condicionamento físico e perda de gordurinhas localizadas.

– Para uma pessoa que tenha um condicionamento físico médio, é recomendado uma corrida de 45 minutos, de 3 a 5 vezes por semana. O ideal seria que um dia a corrida fosse leve e no outro, mais puxada.

Gasto calórico médio

– De 600 a 800 kcal/hora

Observação: A queima das gordurinhas depende do sexo, idade, metabolismo e condicionamento físico da pessoa.

Quem deve fazer

– Depois de uma avaliação física, todos aqueles que estiverem até 5 quilos acima do peso podem praticar a corrida sem passar antes pela caminhada. Depois desse limite, os riscos são muito grandes.

Dicas do especialista

Vista roupas leves e use um tênis com um bom sistema de amortecimento no calcanhar. Hidrate-se bastante. Até 10 minutos antes da corrida, beba até 330 ml de água. Durante a atividade, beba, a cada 15 minutos, até 220 ml de água. Depois da corrida, pode beber água à vontade. Os isotônicos só devem ser ingeridos caso a atividade física se prolongue por mais de uma hora e meia.

Ronaldo Martinelli (Professor responsável pelo Depto. de Treinamento de Corrida e Esportes de Aventura da academia Runner)



Caminha que relaxa by Ariana Dêgelo
dezembro 12, 2008, 1:35 pm
Filed under: Treinos de Exercícios | Tags: , , , , ,

Um excelente exercício aeróbico, e que auxilia na eliminação das calorias indesejáveis.

A caminhada funciona como um ponto de escape para o stress. Isso ocorre porque toda vez que necessitamos resolver algum problema, nosso corpo se prepara para a ação, porém com os reflexos da vida moderna a maioria das soluções provém das decisões mentais e com isso o organismo fica quase sempre em regime de tensão preparado para a explosão física que raramente é consumada.

Uma caminhada de 30 minutos em passo acelerado é responsável pelo aumento da circulação sangüinea por todo o corpo. Este processo metaboliza os hormônios de defesa produzidos em situações de estresse com isso aliviando a tensão.

O uso de técnicas corretas é fundamental:

– Observe a batida do calcanhar que deve ser a primeira parte do pé a tocar o chão, depois a planta do pé e, por fim, os dedos.

– Impulsione o corpo à frente, usando os glúteos e os músculos da parte posterior das pernas.

– Mantenha as costas e o abdome firmes e contraídos.

– Use os braços, dobre o cotovelo em 90 graus e inicie todo o movimento a partir dos ombros.

– Mantenha os ombros em linha reta e não deixe o corpo girar na cintura, evitando o vai e vem dos quadris.

– Use um tênis apropriado para caminhada, pois este absorve mais o impacto com o solo.

– Se você sentir dor nas canelas, diminua a velocidade e evite as ladeiras.

– Faça alongamento antes e depois das caminhadas.

– Hidrate o corpo bebendo água antes, durante e depois do exercício.



O Prazer de Caminhar by Ariana Dêgelo
dezembro 12, 2008, 1:34 pm
Filed under: Treinos de Exercícios | Tags: , , ,

Caminhada alivia stress

Além de ser um bom exercício aeróbico e eliminar indesejáveis calorias, a caminhada também funciona como válvula de escape para o stress. A explicação para esse fenômeno não é complicada. Toda vez que há a necessidade de resolver algum problema, nosso corpo se prepara para ação, como um reflexo condicionado. Nos primórdios da humanidade, qualquer demanda era resolvida com uma ação física, mas com a modernidade a maioria das soluções provém de decisões mentais. Com a pressão da vida moderna, o organismo fica quase sempre em regime de tensão, preparado para a explosão física que raramente é consumada. Com isso, o nível de tensão vai acumulando. Uma caminhada de 30 minutos em passo acelerado é responsável pelo aumento da circulação por todo o corpo. Esse processo metaboliza os hormônios de defesa produzidos em situações de estresse e alivia a tensão.

Fonte: http://www.temjeito.com.br/dicas.asp?cd_dica=767

Aquecimento antes da pratica esportiva


Antes das atividades físicas, o aquecimento é de fundamental importância. Ele aumenta a temperatura corporal o que aumenta a força de contração muscular. Da mesma forma ele otimiza a coordenação neuromuscular, além de prevenir a ocorrência de lesões musculares e promover uma predisposição psíquica à performance. Para se ter idéia em cada grau de temperatura corporal aumentado, o metabolismo celular aumenta em 13% e isso resulta em mais rápida liberação do oxigênio do sangue para os músculos.
Não esquecer também do alongamento antes e depois dos exercícios.

Fonte: http://www.nossoscampeoes.com.br/Dicas/dicas.htm

Alongamento
Os exercícios de alongamento muscular devem ser obrigatórios antes de cada sessão se atividade física. Previnem lesões musculares e tendinosas, evitam dores musculares e aumentam a amplitude dos movimentos articulares. Em alguns casos, principalmente quando se está em programa de reabilitação de lesões ou em sessões de exercícios muito estafantes, os alongamentos também devem ser feitos ao final da atividade.

Fonte: http://www.nossoscampeoes.com.br/Dicas/dicas.htm