Fique10


Aproveite o inverno para deixar o bumbum em forma by editorfique10
junho 4, 2009, 9:55 am
Filed under: Academia em casa | Tags: , , , , , ,

Sempre quando o verão chega e vamos colocar o biquíni, ficamos frustradas com as gordurinhas adquiridas no inverno. Para isso não acontecer de novo, aproveite esta época do ano para ficar em forma, e dedique uma atenção especial ao seu bumbum, pois, afinal, ele é considerado a “paixão nacional” e odiamos ver aquela celulite ou flacidez onde não deveria estar.

Além da malhação, que é essencial para ficar sarada e com o bumbum empinado, existem algumas coisas do dia-a-dia que se forem evitadas, podem ajudar bastante o nosso organismo. O mais importante é beber bastante água todos os dias, por exemplo, e se alimentar corretamente, sem abusar de frituras e massas.

Confira alguns exercícios para deixar o glúteo empinado e durinho:

  • Com os antebraços apoiados no chão, abdômen contraído, em quatro apoios, estenda uma perna, elevando-a até a altura do quadril com o pé flexionado e retorne depois à posição inicial. Repita o exercício 20 vezes consecutivas, com 3 séries de 20 em cada lado.
  • Antebraços apoiados no chão, eleve a perna flexionada até a altura do quadril e retorne à posição inicial. Faça 20 repetições, com 3 séries de 20 para cada perna.
  • Mantenha os cotovelos e joelhos apoiados a 90º do chão e o abdômen contraído, formando a posição de quatro apoios. Em seguida, deixe a perna a ser trabalhada ligeiramente fora do chão. Para aumentar a intensidade do exercício, use uma caneleira (pesinho) ou elásticos, que são bem baratos e fazem toda a diferença.
  • Estenda a perna de execução lentamente, contraindo o glúteo, e volte à posição inicial. Cuidado para não mexer a coluna e causar lesões. Neste exercício, você pode usar caneleiras ou elásticos também.

Conheça também os aparelhos de ginástica da Cepall e o kit para montar sua academia em casa.

Anúncios


DIGA ADEUS PARA AQUELA “BARRIGUINHA” by editorfique10

Não tem jeito! Por mais que elas neguem, a preocupação número 1 das mulheres ainda é o tamanho da barriga. Tanto é que, ao primeiro sinal de ganho de peso, as roupas que valorizam esta parte do corpo, vão parar no fundo do armário.

Foi pensando na boa forma e também na melhor qualidade de vida das mulheres, que selecionamos alguns exercícios para eliminar a tão indesejada “barriguinha”, assim como alguns hábitos para manter o abdome tonificado.

Primeiramente, é necessário modificar a alimentação. Evite alimentos muito calóricos como frituras, bebidas alcoólicas, refrigerante, pão, queijo e embutidos (lingüiça, presunto, salame e salsicha). Além das calorias, esses alimentos provocam gases e também retém líquidos, favorecendo o aparecimento de gordura no abdome.

Dê preferência aos alimentos diuréticos como chás, suco de limão, melancia, morango, beterraba, cenoura, pepino e tomate. Esses alimentos, além de saudáveis, ajudam a diminuir o inchaço do corpo. Quanto aos exercícios físicos, separamos os três melhores que deixarão a barriga sarada o ano inteiro.

Exercício número 1 – Deite de lado, com a coluna reta e pernas estendidas na linha do tronco, deixe a cabeça apoiada em uma das mãos e a outra mão no chão à frente do tronco. Eleve as pernas juntas e contraia a região lateral do abdômen , soltando devagar. Para ficar mais intenso, coloque caneleiras ou elásticos nos tornozelos, como por exemplo, o Legs up, da Cepall . Faça de 2 a 3 séries, com 15 repetições.

Exercício número 2 – Deite de costas, suba ao mesmo tempo o tronco e as pernas estendidas, até ficar sentada nos ossinhos do bumbum. Mantenha o abdômen contraído, as costas retas e as mãos na altura dos joelhos. Permaneça nessa posição de 5 a 10 segundos e faça 10 repetições.

Exercício número 3 – Deite de bruços, mantendo os cotovelos na linha dos ombros. Eleve o tronco contraindo o abdômen. Mantenha sempre o corpo reto, sem arrebitar o bumbum ou deixar a pélvis cair. Fique nessa posição de 5 a 10 segundos e faça 10 repetições.

Conheça também os equipamentos fitness e aparelhos de ginástica da Cepall com elásticos exensores para exercícios variados.

Bom exercício pra vocês!!



COMPUTADOR AJUDA A EVITAR EXAGEROS NA CIRURGIA PLÁSTICA by editorfique10
abril 17, 2009, 2:11 pm
Filed under: saúde | Tags: , , , , , , ,

Você finalmente decidiu fazer a tão sonhada cirurgia plástica, mas está com medo de saber como ficará seu visual? Está com receio que seus seios fiquem grandes demais ou que seu nariz fique muito arrebitado? Calma! Você poderá ter em suas mãos uma simulação do resultado da cirurgia antes de entrar na faca.

Um novo software (programa de computador) que permite um estudo prévio do resultado da cirurgia plástica foi desenvolvido por uma empresa americana e está sendo muito utilizado no mundo todo.
 
A simulação é feita de forma rápida e sem muitos transtornos. Primeiro, a equipe médica tira fotos da paciente de diversos ângulos. Essas fotos são analisadas pelo programa de computador e, com a utilização das ferramentas disponíveis no software, as mudanças são feitas pelo cirurgião plástico. Graças aos recursos disponíveis no programa, muito parecido com o já conhecido Photoshop, o médico consegue apresentar ao paciente um estudo que mostra como poderá ser o resultado da cirurgia.

Esse programa permite a simulação de cirurgia para aumentar ou diminuir os seios (mamaplastia), simula resultados das cirurgias de contorno corporal como lipoaspiração, lipoescultura e abdominoplastia (cirurgia para melhorar o abdome), rinoplastia (cirurgia de nariz), otoplastia (cirurgia para correção de orelhas em abano), blefaroplastia (cirurgia para amenizar os sinais de envelhecimento na região dos olhos), facelifting (cirurgia para rejuvenescimento da face), além de simular os resultados obtidos com técnicas menos invasivas como aplicação de ácido hialurônico ou toxina botulínica (famosos preenchimentos faciais).
 
Segundo o cirurgião plástico Ewaldo Bolivar de Souza Pinto, a utilização do programa é  importante, pois o cirurgião consegue avaliar previamente como será o resultado e o paciente também se sente mais seguro, pois muitas vezes chega ao consultório indeciso, sem ter a menor idéia de como ficará sua aparência após a cirurgia. O médico ressalta que o paciente deve estar ciente que trata-se apenas de uma simulação e que o resultado verdadeiro da cirurgia depende de diversos outros fatores clínicos.

Divulgação: Rojas Comunicação
(11) 3675-4940 / 3873-6261



Novo treinamento de musculação by Ariana Dêgelo
dezembro 12, 2008, 1:43 pm
Filed under: Treinos de Exercícios | Tags: , , ,

Na musculação, até hoje conhece-se alguns vários tipos de treinos, adaptados à realidade do aluno. Ou seja, de acordo com seus objetivos, nível de condicionamento, biotipo, patologias e possíveis lesões.

O americano Frederick Hahn, autor do livro The Slow Burn Fitness Revolution (A revolução da Boa Forma pela Malhação Lenta), está tentando modificar estes conceitos. O que ele propõe é que, se você fizer um exercício bem lentamente, ele vai ficar bem difícil. Se você usar uma carga alta em movimentos lentos, você pode contar com os impulsos que ajudam a erguer o peso e facilitam o trabalho dos músculos. Este programa proposto tem o nome de Super Slow. Ainda está sendo estudado aqui no Brasil pelo Prof. Valmor Tricoli da Escola de Ed. Física e Esporte da USP.

O novo método quer transmitir que se levantarmos um peso durante 15 a 20 segundos numa única execução, elevamos a resistência do músculo a níveis cada vez maiores. Ou seja, seria um treino de musculação com menos repetições e muito mais peso. Seriam apenas 5 a 6 repetições quase com a carga máxima suportada pelo praticante. Cada repetição tem que ser executada durante estes 15 a 20 segundo citados.

O que o programa propõe:

1. Carga Horária: 30 minutos por semana
2. Peso: perto da carga máxima
3. Duração: de 15 a 20 segundos cada execução
4. Número de repetições: 5 a 6

Ainda há controvérsias neste programa. Ele está sendo bastante questionado por professores de várias academias, principalmente pela execução de apenas 30 minutos por semana. Ainda o Prof. Valmor está buscando evidências científicas para comprovar ou não o novo método.

Fonte: http://www.obsidiana.com.br

Vale a pena conhecer o programa Cinto de tração, da Cepall, para quem quer ganhar explosão e resistência muscular.



Hidroginástica by Ariana Dêgelo
dezembro 12, 2008, 1:39 pm
Filed under: Treinos de Exercícios | Tags: , , , ,

Vantagens

– Melhora dos níveis de força e desenvolvimento dos principais grupos musculares.

– Aumento da circulação sangüínea e da resistência do sistema cárdio-respiratório.

– Tonifica os músculos, torneando braços, pernas e bumbum.

– Quem faz hidroginástica melhora a flexibilidade das articulações.

Riscos

– Desde que você tenha feito uma consulta médica anterior, não há nenhum tipo de problema.

– Como a hidroginástica é uma atividade praticada com a água no nível do ombro, o peso do corpo diminui 90%. Isso quase que elimina os impactos musculares e das articulações.

– Quanto mais baixo o nível da água, maior será o impacto. Observação: para calcular a sua freqüência cardíaca ideal, os médicos costumam recomendar usar a fórmula: 220 – idade = freqüência cardíaca máxima (100%). Na dúvida, consulte um médico.

Período mínimo para fazer efeito

– Para se perceber os benefícios da hidroginástica é preciso praticá-la, pelo menos, 3 vezes por semana, 45 minutos por dia, durante 3 meses.

– Para um melhor desempenho cardiovascular, a freqüência desejada é entre 70% e 85%. Para queimar gordura e perder peso, a freqüência cardíaca ideal é entre 55% e 70%.

Gasto calórico médio

– De 260 a 400 kcal/hora

Quem deve fazer

– A hidroginástica é uma das únicas atividades indicadas para quem tem pouco ou nenhum condicionamento físico. Apesar disso, pessoas de todas as idades e níveis de condicionamento podem praticá-la.

– Atletas lesionados fazem hidroginástica porque ela fortalece a musculatura, protegendo as articulações. Pela mesma razão, muitos idosos procuram essa atividade para aumentar a força muscular.

– Indicado também para quem tem problemas de coluna e para gestantes, já que previne dores lombares e cervicais, aumenta a circulação nas pernas, facilitando o parto e sua posterior recuperação.

Dicas do especialista

Sempre encaixar o quadril e manter a postura ereta. Enquanto estiver se exercitando, manter todo o pé apoiado no chão e contrair o abdomem. Além disso, é essencial que se mantenha a respiração contínua, sem bloqueá-la. Aumente a intensidade de acordo com o seu ritmo e evite comer uma hora antes de iniciar o exercício.

Conheça os acessórios para exercícios de natação da Cepall, que podem complementar seu treinamento de musculação com elásticos exensores.



Caminha que relaxa by Ariana Dêgelo
dezembro 12, 2008, 1:35 pm
Filed under: Treinos de Exercícios | Tags: , , , , ,

Um excelente exercício aeróbico, e que auxilia na eliminação das calorias indesejáveis.

A caminhada funciona como um ponto de escape para o stress. Isso ocorre porque toda vez que necessitamos resolver algum problema, nosso corpo se prepara para a ação, porém com os reflexos da vida moderna a maioria das soluções provém das decisões mentais e com isso o organismo fica quase sempre em regime de tensão preparado para a explosão física que raramente é consumada.

Uma caminhada de 30 minutos em passo acelerado é responsável pelo aumento da circulação sangüinea por todo o corpo. Este processo metaboliza os hormônios de defesa produzidos em situações de estresse com isso aliviando a tensão.

O uso de técnicas corretas é fundamental:

– Observe a batida do calcanhar que deve ser a primeira parte do pé a tocar o chão, depois a planta do pé e, por fim, os dedos.

– Impulsione o corpo à frente, usando os glúteos e os músculos da parte posterior das pernas.

– Mantenha as costas e o abdome firmes e contraídos.

– Use os braços, dobre o cotovelo em 90 graus e inicie todo o movimento a partir dos ombros.

– Mantenha os ombros em linha reta e não deixe o corpo girar na cintura, evitando o vai e vem dos quadris.

– Use um tênis apropriado para caminhada, pois este absorve mais o impacto com o solo.

– Se você sentir dor nas canelas, diminua a velocidade e evite as ladeiras.

– Faça alongamento antes e depois das caminhadas.

– Hidrate o corpo bebendo água antes, durante e depois do exercício.



Saiba mais sobre a ginástica laboral by Ariana Dêgelo
dezembro 12, 2008, 1:31 pm
Filed under: Ginástica Laboral | Tags: , , , ,

O que é ?

A Ginástica Laboral analisa a importância da reeducação postural, alívio do estresse e método de Ginástica laboral no local de trabalho com finalidade de valorizar a prática das atividades física como instrumento de promoção de saúde e prevenção de lesões como LER (Lesões por Esforços Repetitivos) e DORT (Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho). A Ginástica Laboral trata-se de um conjunto de práticas elaboradas a partir da atividade profissional exercida. A técnica procura compensar as estruturas do corpo mais utilizadas durante o trabalho e ativar as que não são requeridas, relaxando e as tonificando.

Histórico

Sobre a Ginástica Laboral a primeira notícia que se encontra é uma pequena brochura editada na POLÔNIA em 1925, onde foi chamada também de Ginástica de Pausa, era destinada a operários e alguns anos depois surgiu na Holanda e Rússia.

No início dos anos 60 surgiu também na Bulgária, Alemanha, Suécia e Bélgica. No Japão na década de 60 ocorreu a consolidação e a obrigatoriedade da G.L.C. – Ginástica Laboral Compensatória.

No Brasil o esforço pioneiro residiu numa proposta de exercícios baseados em análises biomecânicas.

Esta proposta foi estabelecida pela Escola de Educação de FEEVALE no ano de 1973, quando se elaborou o projeto de educação física compensatõria e recreação.

Justificativa

Apesar da inclusão de novos nomes na lista das doenças ocupacionais, divulgada pelo Ministério da Previdência e Ação Social, as principais moléstias responsáveis pelo afastamento precoce de pessoas do mercado de trabalho continuam sendo as LESÕES POR ESFORÇOS REPETITIVOS (LER) e a perda de audição.

O afastamento do trabalhador acometido por uma doença ocupacional de sua função traz perdas para a empresa e para o trabalhador. Segundo o coordenador de Benefícios por Incapacidade do Ministério da Previdência, Cézar Augusto de Oliveira, mesmo com o afastamento do funcionário, a empresa tem que recolher as contribuições sociais, além de providenciar outra pessoa para ocupar o cargo do afastado. Se o trabalhador resolve processar a empresa, os custos podem ser ainda maiores. Já o trabalhador afastado pode perder vantagens que uma pessoa que está na ativa, como promoções e aumento de salário.

Para evitar problemas como esses, o médico do trabalho Ruddy Facci, do Paraná, recomenda a prevenção. Ginástica, pausas no trabalho e mobiliários ergonômicos são programas que se adotados reduzem em 100% as chances de se contrair uma doença ocupacional.

Diagnóstico

O trabalho excessivo, postura inadequada, repetições constantes do mesmo movimento e condições crítica de materiais, equipamentos e instalações da empresa, desencadeiam grandes tensões no corpo, que originam grandes males que são responsáveis pelo afastamento ou até invalidez permanente do profissional.

Diagnosticados estes fatos como : LER (Lesões por Esforços Repetitivos), nome dado pelos especialistas´à sintomas que acometem tendões, músculos, nervos, ligamentos e outras estruturas responsáveis pelos movimentos dos membros superiores, das costas, região do pescoço, ombros e membros inferiores. atualmente denominada DORT (Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho), ambas as siglas representam as mesmas patologias que são causa de despesas médico-ocupacionais nas empresas. Do ponto de vista psicológico, na Educação Física (uma atividade repetitiva e igual por muito tempo, como um trabalho industrial). cessa a chegada de estímulos ao cérebro pelo cansaço das vias respiratórias. A conseqüência é a falta de atenção, caminho direto para o acidente de trabalho e a baixa produtividade.

Benefícios

§ Pesquisas revelam que as empresas que promovem a realização de exercícios orientados declaram terem verificado aumento de produtividade, e os trabalhadores garantem que terminam a jornada menos cansados do que antes de ser adotada essa medida;

§ Compensação das estruturas mais utilizadas durante o trabalho e ativar as que não são requeridas, relaxando-as e tonificando-as;

§ Amenizar e acabar com o stress, diminuir a ansiedade e depressão;

§ Diminuir e acabar com o sedentarismo e melhorar a auto-imagem;

§ Relaxar e diminuir a tensão, melhorar a qualidade do sono;

§ Aumentar: a flexibilidade, a força, a coordenação, o ritmo, a agilidade e a resistência;

§ Fortalecer o relacionamento social e trabalho em equipe;

§ Reduzir o afastamento por LER e DORT.

Fonte: Personal Trainning Prof. Kiko